ACOMPANHE-NOS    
MARÇO, SÁBADO  28    CAMPO GRANDE 22º

Direto das ruas

Jaguatirica que fugiu de cheia no Pantanal é atropelada

Por Paulo Fernandes | 25/03/2011 22:47
Jaguatirica foi atropelada na BR 262, perto de Corumbá (foto: Luiz Spricigo Junior/Repórter News)
Jaguatirica foi atropelada na BR 262, perto de Corumbá (foto: Luiz Spricigo Junior/Repórter News)

O internauta Luiz Spricigo Junior fotografou, na sexta-feira passada, uma jaguatirica atropelada na BR 262, no Pantanal.

Ele contou que ao retornar de Corumbá para Campo Grande, encontrou dezenas de animais mortos na pista, incluindo quatis, veados, lobinhos e capivaras.

Os animais acabam atravessando a pista para fugir da cheia e são um risco para os motoristas.

“Todo cuidado é pouco ao transitar pela BR262, no trecho entre Miranda e Corumbá, há animais cruzando a pista a todo momento. Estes atropelamentos além de causar a morte dos animais podem vitimar os ocupantes do veículo”, afirmou o leitor do Campo Grande News.

O governo do Estado já declarou como Situação de Emergência a região pantaneira de Corumbá, por conta das enchentes. O aumento das águas dos rios Paraguai, Miranda, Aquidauana, Taquari, Abobral e Nabileque, que cortam a região, afetaram moradores e a atividade pecuária.

A inundação no Pantanal diminuiu as áreas de pastagens provocando mortes e perda de peso do rebanho bovino. Em Corumbá, existem mais de 1,8 milhão de cabeças de gado.

A cheia no Pantanal já provoca mais de R$ 190 milhões de perdas na pecuária, segundo relatório da Embrapa. Seis municípios da planície pantaneira foram mais atingidos: Corumbá, Aquidauana, Miranda, Porto Murtinho, Rio Verde de Mato Groso e Coxim.