ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUINTA  29    CAMPO GRANDE 20º

Direto das Ruas

Moradores reclamam de má conservação de escola estadual

Por Paula Vitorino | 11/06/2012 11:11
Mato toma conta de parte da calçada da escola.
Mato toma conta de parte da calçada da escola.
Portão danificado da escola. (Fotos: Jânio Batista)
Portão danificado da escola. (Fotos: Jânio Batista)

Moradores do bairro Maria Aparecida Pedrossian denunciam a má conservação da Escola Estadual Dolor Ferreira de Andrade. De acordo com o presidente da Associação do bairro, Jânio Batista de Macedo, o desleixo é total com o prédio.

Ele descreve que existe mato alto no cruzamento das ruas Minerva com Ponta Grossa. A rua não tem asfalto e ele frisa que está precisando de patrolamento. Além disso, a iluminação pública do local não está funcionando.

“O lugar abriga vândalos e usuários de drogas. Os alunos evitam passar por essa rua devido a falta de limpeza e o medo”, diz.

O presidente ainda frisa que a reforma passou por reforma geral no ano passado, mas que o portão já foi depredado por vândalos.

“Os moradores estão solicitando que a Secretaria de Educação mantenha a limpeza do local e a conservação”, diz.

A assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Educação (SED) informou que o portão será trocado e que a limpeza da parte externa da escola é feita periodicamente pela Prefeitura, apesar de ser um prédio estadual.

Já a Prefeitura informou por meio da assessoria que a conservação das calçadas é de responsabilidade de cada imóvel, mas que equipes do município fazem periodicamente a limpeza de espaços de uso público, como as calçadas.

No caso de vias sem asfalto, não é obrigatório fazer calçada, mas é preciso mantê-la conservada, sem mato alto.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário