A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

04/05/2018 13:12

Em MS, 16% da área ainda não estão inscritas no Cadastro Ambiental Rural

Osvaldo Júnior
Propriedade rural em MS (Foto Marcos Ermínio/Arquivo)Propriedade rural em MS (Foto Marcos Ermínio/Arquivo)

A menos de um mês de encerramento do prazo, 16% da área de Mato Grosso do Sul ainda não estão inscritas no CAR (Cadastro Ambiental Rural), de acordo com levantamento da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar). O último dia para realização do procedimento é 31 de maio. O CAR reúne informações precisas sobre o tamanho das propriedades rurais. 

Conforme o levantamento, até o mês passado, foram contabilizados 58.590 cadastros, cerca de 2 mil a mais que fevereiro. Deste total, 37.907 cadastros são de pequenas propriedades, 10.597 de médias e 9.971 de grandes propriedades rurais.

O secretário Jaime Verruck acredita que não haverá nova prorrogação no prazo para inscrição (inicialmente terminava em 31 de janeiro de 2017), até porque restam poucas propriedades a serem inscritas. “Eu, particularmente, e falando pelo governo do Estado, não gostaria que prorrogasse”, disse Verruck.

O ranking – O levantamento da Semagro mostra que em pelo menos 9 municípios os cadastros já atingiram a totalidade da área territorial. São eles Miranda, com 368 cadastros; Ivinhema com 1.952, Naviraí com 574, Chapadão do Sul com 410, Coxim com 1.095, Água Clara com 524, Itaquiraí com 1.143 e Costa Rica com 648. Em outros 49 municípios o percentual de área inscrita no CAR varia entre 80% e 97% do total. Os municípios onde o percentual de inscrição no CAR está abaixo de 60% são Ladário, Novo Horizonte do Sul, Douradina e Japorã.

Os pequenos proprietários rurais têm o benefício da inscrição gratuita e todo trâmite por conta do governo do Estado. Basta que procurem o mais rapidamente um escritório da Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural), que está presente em todos os municípios do Estado. Os técnicos da Agraer vão informar sobre a documentação necessária para fazer a inscrição do imóvel no CAR.

Mas a gratuidade só atinge propriedades com até quatro módulos fiscais. O tamanho do módulo varia de acordo com o município, vai de 30 hectares no caso de Dourados, até 110 hectares em propriedades de Corumbá. Os donos de propriedades com área acima de quatro módulos fiscais devem providenciar por conta própria a inscrição no CAR.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions