A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

13/01/2009 14:10

Negociação da Cooagri vai envolver R$ 100 milhões

Redação

A negociação da Cooagri (Cooperativa Agrícola e Industrial), de Dourados, vai envolver cerca de R$ 100 milhões, um montante que representa 42% do passivo que tem com instituições financeiras, de R$ 240 milhões.

Ainda nesta semana a direção da cooperativa deve receber um posicionamentos dos bancos credores e decidir por um dos dois compradores interessados que apresentaram as propostas consideradas mais viáveis.

"Devemos começar fevereiro já com novo dono", explica o presidente da cooperativa, Nivaldo Krüger. E acrescenta: "Se a situação não se resolver até o final deste mês vai se complicar e teremos que demitir mão-de-obra". Segundo ele, um dos interessados é uma multinacional e outro uma grande cooperativa. "Vamos analisar o que os bancos vão indicar, mas temos nossa preferência", adianta, sem, contudo, informar nomes dos grupos.

Segundo ele, de qualquer forma, assim que a cooperativa for vendida serão feitas as rescisões dos 360 funcionários e o novo dono deve recontratar de 70% a 80%, "dentro do que necessitar".

Nivaldo explica que a venda da Cooagri será feita em duas etapas: primeiro para locação, que envolve R$ 5 milhões mensais e depois a incorporação, totalizando R$ 100 milhões.

Isso corresponde a R$ 140 milhões a menos que o passivo com os bancos credores, admite Krüger.

A crise da Cooagri se tornou pública em setembro do ano passado, quando produtores precisaram recorrer à Justiça para obter sementes para o plantio da safra. A crise econômica mundial e a quebra da safra de soja por conta da estiagem prejudicaram as negociações. A cooperativa está entre as 10 maiores do País e existe há 17 anos no Estado.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions