ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SEGUNDA  30    CAMPO GRANDE 34º

Lugares por Onde Ando

Já considerou viajar para Geórgia, Tunísia ou Mianmar?

Por Paulo Nonato de Souza | 18/07/2020 08:35
Coron Island, na província de Palawan, nas Filipinas, um dos lugares mais belos do mundo, e pouco visitado (Foto: Divulgação)
Coron Island, na província de Palawan, nas Filipinas, um dos lugares mais belos do mundo, e pouco visitado (Foto: Divulgação)

Quem já não passou por isso? Planejar uma viagem para um destino inédito e na hora de fechar o pacote optar pelo destino de sempre. As vezes por subestimar a cidade ou o país, mas na maioria das vezes simplesmente pelo comodismo de não ter que viver situações diferentes em um lugar desconhecido.

“Passei um ano pagando um pacote de viagem em família para Praga, na República-Tcheca, e na semana do embarque a gente mudou os planos e fomos para Nova York, que era o nosso destino de várias viagens anteriores, tipo de novo, de novo e de novo”, disse a engenheira campo-grandense Maria Clara de Oliveira.

O caso dela é apenas um entre muitos que já passaram por isso. No pós-pandemia do coronavírus, com a onda de restrições que partirão dos países mais visitados por turistas do mundo inteiro, a tendência é que as pessoas sejam “encorajadas” a descobrir novas paisagens de beleza natural, histórias, hábitos e culturas diferentes.

Para o Melhores Destinos, um dos principais sites de promoções de passagens aéreas do Brasil, referência para quem busca informações sobre viagens, países antes pouco visitados terão “a primeira oportunidade de mostrar suas qualidades”.

Veja abaixo 7 destinos de grande potencial turístico que, segundo a Forbes, revista americana especializada em negócios e economia, deverão brilhar na preferência dos viajantes quando a pandemia passar:

1. Etiópia

De todos os 54 países da África, a Etiópia é o único a jamais ter sido colonizado por europeus, mantendo suas tradições autênticas. Acredita-se que foi no território fértil de suas florestas tropicais que surgiram os primeiros ancestrais humanos. Quem viajar após a pandemia para a Etiópia vai encontrar uma diversidade incrível de vida natural. Ao Leste, há montanhas que nevam no inverno, onde é possível até esquiar —  sim, na Etiópia! E se a rica história e as paisagens naturais não forem o bastante, espere até conhecer a deliciosa culinária local!

2. Irã

O Irã é lar de desertos de dunas itinerantes, montanhas cobertas de neve e praias de água azul cristalina. Apesar disso, o país quase sempre é notícia devido aos conflitos de sua política externa no Oriente Médio — o que é injusto. Do poderoso Império Persa à atual República Islâmica dos aiatolás, pouco se fala sobre sua rica história, cultura instigante, arquitetura ousada e paisagens arrebatadoras. Do povo mais hospitaleiro do mundo, que considera visitantes como um presente de Deus.

3. Mianmar

Com um aumento expressivo de 40,2% no número de turistas em 2019, Mianmar não é mais um dos países mais isolados do mundo e se tornar um destino cada vez mais procurado. Tudo é tão fotogênico que você vai precisar de bateria e cartão de memória extra para registrar os templos dourados e o sorriso acolhedor da população. A proximidade com a Tailândia, sua vizinha mais famosa, é conveniente para combiná-la ao roteiro. A emissão de visto eletrônico também facilita a chegada dos turistas.

4. Geórgia

Um país, dois continentes. Geograficamente na Ásia e culturalmente na Europa, somente uma viagem com calma pelas belas paisagens da Geórgia é capaz de dar o devido valor a esse destino que, pouco a pouco, começa a ganhar espaço nos melhores roteiros turísticos. Foi em algum lugar nas montanhas da Geórgia, entre 8.000 a.C. e 5.000 a.C., surgiu o primeiro vinho. A bebida é a mais típica do país, e pode ser encontrada a preços mais baratos do que água. Come-se e bebe muito bem na Geórgia, com receitas caprichadas nas massas e queijos.

5. Filipinas

Formada por um arquipélago de 7.641 ilhas, as Filipinas são um destino de praias paradisíacas, preços econômicos e boa infraestrutura turística, perfeito para férias inesquecíveis no Sudeste Asiático. Enquanto a maioria dos viajantes descobre a Tailândia como a porta de entrada para a Ásia, as Filipinas despontam como uma forte concorrente, oferecendo atrações similares com muito mais exclusividade e sem a sensação de ser apenas “mais um”.

6. Eslovênia

Rodeada por vizinhos famosos como Itália, Croácia e Áustria, é difícil acreditar que a Eslovênia, uma pequena nação no alto das montanhas, continua sendo uma dos países menos visitados da região mesmo no verão europeu.

A capital é Liubliana, lugar de museus, castelos  e catedrais com séculos de existência, mas não deixe de viajar para o norte do país, até os Alpes Julianos, uma impressionante cadeia de montanhas nomeada em homenagem a Júlio César, onde a beleza natural da Eslovênia pode ser encontrada em abundância.

7. Tunísia

Localizada no Norte da África, próximo ao Marrocos e ao Sul da Europa, a Tunísia é um destino completo: desertos, oásis e praias cristalinas do Mediterrâneo, com tons de azul e branco que lembram a Grécia. É um dos países mais baratos do mundo para se viajar, desde alimentação e hospedagem em hotéis e resorts.

Com quase 40% do seu território ocupado pelo deserto do Saara, a Tunísia foi colônia da França entre 1881 e 1956. O país tem a denominação oficial de Reino da Tunísia, mas jamais usou o título de rei, tendo sido proclamada República em 25 de julho de 1957.

A beleza grega da vila de Sidi Bou Said, localizada na costa nordeste da Tunísia, distante 20 km a nordeste do centro da capital Tunes (Foto: Divulgação)
A beleza grega da vila de Sidi Bou Said, localizada na costa nordeste da Tunísia, distante 20 km a nordeste do centro da capital Tunes (Foto: Divulgação)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário