A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 20 de Junho de 2018

05/04/2018 14:42

A Região Sul do Brasil é verde e amarela

Por Júlio César Cardoso

A Região Sul brasileira está mostrando a Lula e à sua caravana que o país é verde e amarelo, e não vermelho. Lula, Gleisi Hoffmann e patota petista fingem ter dificuldade de entender o manifesto sulino contra Lula. Mas se isso servir de alento, não é só Lula o único ex-dirigente ou político desonesto. O país está repleto deles, inclusive no Congresso Nacional.

Ocorre que Lula foi o mais desonesto, pois soube enganar os pobres, dando-lhes migalhas, enquanto subtraia dinheiro da República, que deveria ir para o social, através das empreiteiras OAS e ODEBRECHT, onde mantinha robusta conta corrente titulada por apelido, decorrente da propina que recebia por obras superfaturadas das empreiteiras à União ou por serviços prestados durante o seu governo e depois dele às empreiteiras.

Por isso, com a delação de gente da confiança de Lula, como Palocci e outros, a Operação Lava-Jato desmontou o modus operandi corrupto de Lula, que fez o ex-sindicalista pobretão constituir fortuna só vivendo de política, a ponto de Lula ser titular de aplicação em previdência privada-BRASILPREV- em cerca de 9 milhões reais, bloqueados pela Justiça.

Lula é o exemplo mais negativo de como tirar proveito do poder e da coisa pública. A condenação de doze anos e um mês de cadeia é muito pouco. Deveria ficar preso e inelegível para o resto da vida. Aliás, o Fisco deveria questionar qual a fonte lícita de Lula para poder bancar os advogados que vêm peitando o Judiciário.

Agora, uma rápida pincelada a respeito da propriedade do imóvel de Guarujá, que Lula e advogados chicaneiros tentam engabelar incautos cidadãos brasileiros, sob o frágil argumento de que o tríplex não pertence ao ex-presidente porque não está registrado em seu nome.

Como se fazem de incultos propositais, principalmente o advogado José Roberto Bathoquio, que parecendo atuar num picadeiro de saltimbancos na Suprema Corte, de forma acadêmica tergiversou sobre a ausência da titularidade de Lula no registro de imóvel, para justificar a sua isenção, bem como sofismou ao falar de disseminação do autoritarismo no planeta referindo-se à “prisão” do ex-presidente Francês, Nicolas Sarkozy, que, na verdade, foi colocado sob custódia para dar depoimento, o que é normal na França, e depois de ser indiciado por corrupção passiva, financiamento ilegal de campanha e ocultação de dinheiro recebido de Muamar Kadafi, foi liberado.

Ora, é por demais cediço que no país há milhares de imóveis não registrados em nome de seus verdadeiros proprietários por razões as mais diversas, inclusive para esconder o legítimo titular, como é o caso do Lula. Acordos de gaveta e outras especiosidades, no ramo imobiliário, não é nenhuma novidade. Lula e seus advogados são muito espertos na vã tentativa de enganar incautos.

Léo Pinheiro/OAS, declarou ao juiz Sérgio Moro que Lula era o proprietário oculto do tríplex no Guarujá e que reformou o imóvel a pedido dele e de sua falecida esposa. Mas Lula, na maior cara de pau, disse ao juiz Sérgio Moro que não sabia da reforma no tríplex.

Hoje Lula é considerado um ficha suja e, portanto, está impedido de se candidatar. Mas o esperneio do ex-presidente está próximo de acabar, lembrando que o “Cinco Estrelas” do Complexo Médico Penal de Pinhais-PR já está pronto para receber o hóspede ilustre. E os empedernidos e recalcitrantes seguidores de Lula já podem se movimentar para agendar as suas visitas.

(Júlio César Cardoso é bacharel em Direito e servidor federal aposentado em Balneário Camboriú-SC)

Condução coercitiva e os aspectos jurídicos
Em que pese tratar-se de temática absorta pela legislação processual penal desde a década de 40 (especificamente 1942, quando da entrada em vigor do ...
A carne mais barata do mercado é a carne negra
Os números apresentados pelo Atlas da Violência de 2018 mostram a agudização nas tendências do perfil de assassinatos cometidos no Brasil: a vítima é...
O impacto da arte
Campo Grande foi agraciada neste fim de semana com um espetáculo de dança-teatro que, certamente, é digno de ser apresentado nas maiores cidades do m...
Promessas inviáveis
Nos próximos seis meses, assistiremos a três eventos: bons jogos de futebol, repetitivas eleições e promessas inviáveis. Os primeiros, em função da C...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions