A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019

20/01/2015 09:54

A vida por um fio

Por Rosildo Barcellos (*)

Eu vou passar cerol na mão, assim, assim

Vou cortar você na mão, vou sim, vou sim

Vou aparar pela rabiola, assim, assim

E vou trazer você pra mim, vou sim, vou sim

Eu vou cortar você na mão

Vou mostrar que eu sou tigrão

Vou te dar muita pressão

É o Bonde do Tigrão...

Cerol na Mão (DJ da Pipo's /Tigrão / Antonio Carlos/Rita Marques)

Quantos já se divertiram com a letra dessa música, outros com o filme e o livro “O caçador de pipas”. Música e arte se misturam como nunca nesse tema. Acrescente-se que a guerra de pipas com cerol é uma tradição no Afeganistão mas pode ser uma diversão perigosa no Brasil. A arte tem retratado a realidade e neste caso, tanto a música quanto o filme acontecem longe do trânsito. Entretanto quando ela chega a nossa realidade as lágrimas poderão calar o sorriso e a brincadeira de outrora.

Na verdade o Cerol é uma mistura de cola de madeira com vidro moído que as crianças passam na linha dos papagaios,pandorgas e pipas para cortar a linha das “pipas” de outras crianças. Esta mistura faz com que a linha se torne uma verdadeira navalha causadora de muitos acidentes. São utilizados também variações de pó cortante, o mais comum é o pó de ferro. O pó de ferro tem um agravante, pode conduzir eletricidade quando toca nos fios de alta tensão provocando curtos circuitos e até morte em quem solta as pipas.

Os maiores riscos são os cortes causados pelas linhas, os motociclistas e parapentistas são as principais vítimas, que em caso de acidentes tem alguma parte de seu corpo cortada.No caso dos motociclistas e mototaxistas o pescoço é a parte mais atingida, principalmente devido à falta de proteção. Capacetes sem as viseiras podem favorecer o corte na face. A utilização do cerol é crime e tem leis específicas em cada estado como São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Santa Catarina.

No caso de Mato Grosso do Sul seu uso é proibido por norma tanto estadual como em diversos municípios. A lei estadual estabelece multa de 20 UFERMS em caso de descumprimento, e o dobro do valor em casos de reincidência em menos de dois anos. Em caso de menor de 18 anos, o responsável responderá pela titularidade ou seja: multa de R$ 249,60 para quem for pego utilizando linha com cerol e em caso de menor, para o responsável, a legislação municipal, na capital - Campo Grande/MS, pune com multa de R$ 170. Algumas cidades estão mais avançadas nesse sentido,por exemplo em Ribeirão Preto existe um telefone à disposição da população para receber denúncias sobre a venda de cerol.O telefone é o 0800-7719856 e a pessoa que fizer a denúncia não precisa se identificar. Naquela cidade a multa para quem vender cerol é de até dez salários mínimos.

Interessante é equipar as motocicletas e motonetas com antenas que custam de R$ 8 a 15 reais e prestar muita atenção por onde está transitando. Falta ainda uma política de conscientização que pode começar na escola, tratando nas aulas a importância histórica do brinquedo mas concomitantemente o cuidado que devemos ter quando de sua utilização.mas claro, considero isto uma tarefa de todos.

(*) Rosildo Barcellos, articulista

ICMS e agrotóxicos: um exemplo de lucidez em meio ao caos
O amplo conjunto de ações impostas em 2019 por governantes brasileiros no sentido de fragilizar a proteção ao meio ambiente não tem paralelo na histó...
Compliance: benefícios práticos nas empresas
Um dos principais patrimônios de uma organização é, sem dúvidas, sua reputação, que pode ter impacto tanto positivo como negativo nos negócios. Indep...
Um olho no peixe, outro no gato
O agro brasileiro poderia ser bem mais assertivo em sua comunicação com os mercados, aqui e no exterior. Falar mais das coisas boas que faz, seguindo...
Como transformar a nossa relação com a natureza?
Falar em meio ambiente não é algo abstrato. Se traduz no ar puro que respiramos, na água que bebemos e na fauna e flora que nos cercam. Somos depende...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions