A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 29 de Maio de 2017

13/12/2015 10:56

Adaptar-se às pessoas é chave de sucesso para motivar equipe

Por João Marcelo Furlan (*)

Um dos aspectos essenciais para se alcançar o sucesso é a motivação. Esse termo, que se aplica em diversas esferas, necessita ser compreendido para tornar-se um trunfo nas relações sociais e profissionais. Mas, afinal, como realmente motivar pessoas dentro das organizações?

A resposta não é tão simples quanto parece, mas o que posso afirmar é que por trás de uma equipe motivada existe um líder adaptágil. A Liderança AdaptÁgil consiste em compreender os diferentes perfis dos membros da equipe, conseguindo se adequar e extraindo a melhor performance de cada um deles. Além disso, esse tipo de liderança entende que o mundo e o ambiente estão em constante transformação, por isso, é tão importante adaptar a visão e a comunicação de acordo com a personalidade de cada pessoa.

A motivação (motivo + ação) tem um combustível próprio e ele se chama “emoções”. Em alguns casos, o que sentimos em relação a determinado fato, nos move ou nos paralisa. Devido estar diante de pessoas com perfis comportamentais diferentes, necessita-se saber como emocionar os funcionários para transformar os sentimentos em ação, o que levaria a mobilizá-los. Um líder mais próximo de sua equipe pode despertar um conhecimento maior sobre seus liderados, permitindo identificar qual a melhor forma de motivar cada um.

O colaborar com perfil de dominância, por exemplo, é estimulado por: ter controle dos projetos, receber instruções gerais (sem muitas explicações), encarar atividades desafiadoras e por ter autoridade sobre o time quando se é delegado alguma demanda em grupo.

Já aquele mais influente é motivado quando o líder o permite trabalhar em seu próprio ritmo ou quando ouve frases motivadoras. Além disso, proporcionar ocasiões em que ele possa utilizar suas habilidades verbais é uma ótima maneira de agradá-lo, assim como concedendo incentivos financeiros.

O perfil de “estabilidade” requer uma posição mais cautelosa. Para motivá-lo, seja gentil, dê instruções claras sobre o que precisa ser feito e elogie a sua forma de trabalho. Proporcione bastante tempo para que ele cumpra suas tarefas e o coloque para trabalhar em pequenos times.

Existem também pessoas mais regradas, na qual chamo de perfil de “conformidade”. São várias as maneiras de motivar esse perfil como: falando de forma mais moderada e ressaltando a importância de suas habilidades na realização de projetos bem-sucedidos. Mostre a esse tipo de personalidade o que se espera dele e, sempre que puder, envie instruções antecipadas e detalhadas sobre atividades a serem desempenhadas.

A motivação é peça chave para a gestão do líder ou, até mesmo, de quem almeja atingir essa posição. No livro “Flaps! 6 passos para acelerar resultados e decolar sua carreira com a Liderança AdaptÁgil”, eu ensino muito mais sobre aspectos motivacionais e sobre o desafio de motivar pessoas com diferentes perfis, histórias e sonhos.

Ter pessoas motivadas ao seu lado significa ter um time produtivo e um ambiente harmônico. Portanto, motivar o time a partir da Liderança Adaptágil não é uma escolha, mas sim uma regra para líderes de sucesso, que desejam garantir o equilíbrio e a alta performance da sua equipe.

(*) João Marcelo Furlan é presidente da Enora Leaders, empresa de educação corporativa especializada em aceleração de resultados e diretor de regionais da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH). Autor do livro Flaps! 6 passos para acelerar resultados e decolar sua carreira com a Liderança AdaptÁgil, da DVS Editora, Furlan já formou mais de 3 mil líderes ao longo dos últimos anos.

A delação premiada veio para ficar
Alguns meios de obtenção de prova no processo penal passaram a ser admitidos mais recentemente para enfrentar o surgimento e o fortalecimento das org...
Agostinho
Agostinho Gonçalves da Mota é uma das poucas unanimidades em nossa cidade. Com 92 anos de idade, uma alegria contagiante e uma gargalhada que se ouve...
Como financiar a gratuidade de nossas universidades?
Quando falamos em financiamento do estado três questões devem ser respondidas ao mesmo tempo: quem irá contribuir, com quanto e como esses recursos t...
Porto Canuto: ponto final ou início de uma história!
A vida não é uma mera sucessão de fatos e acontecimentos. Rememorei a “Retirada da Laguna” e comparei com os nossos problemas atuais. A coluna brasil...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions