A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019

24/10/2017 14:18

Dez dicas para se fazer uma boa prova

Por Danielle Michaelsen Lago (*)

Durante a vida, e em vários momentos, precisamos fazer provas, seja na escola, vestibular, ENEM, faculdade, concursos, processos seletivos, ou outras situações. A questão é: como estar preparado e fazer uma excelente prova?

Determinadas condutas ajudam a controlar a ansiedade e garantir bons resultados. A seguir, listo 10 dicas de como fazer uma ótima prova:

1. Estude com antecedência. Quando estudamos, nos sentimos mais preparados para realizar a avaliação, ficamos mais confiantes e seguros. Sem o conhecimento necessário a nota não será boa. Leia e treine as questões para a prova.

2. Durma bem na véspera da prova. Deite-se cedo e tenha uma tranquila noite de sono, pois o cansaço interfere no seu nível de concentração e, certamente, no seu desempenho.

3. Beba água moderadamente antes e durante a prova. A hidratação é essencial e interfere diretamente no seu raciocínio lógico e na concentração. Leve uma garrafa de água para se hidratar durante a prova. Mas cuidado, água em excesso faz com que você queira ir ao banheiro mais vezes, o que pode desconcentrar.

4. Chegue com antecedência. Evite o estresse com a possibilidade de chegar atrasado e perder a prova. Evite também qualquer situação que seja estressante antes da prova, pois o nível de adrenalina alto pode atrapalhar o raciocínio durante horas, e certamente vai prejudicá-lo.

5. Leia a prova com atenção. Grife palavras-chave, tenha atenção aos detalhes e sempre volte ao enunciado para se certificar de que está respondendo ao que foi pedido. É comum os alunos escreverem algo correto, porém que não está sendo perguntado. Frequentemente, uma questão ajuda a responder a outra, e somente com uma leitura atenta detectamos a ligação entre elas.

6. Administre o tempo. Um dos grandes vilões na hora da prova é o tempo. Sempre que possível, esteja com relógio e use-o a seu favor controlando o tempo máximo que pode dedicar-se a cada questão. Passado este tempo, não insista, passe para a próxima. Ficar muito tempo em uma mesma questão, além de gerar ansiedade, prejudica no tempo das outras.

7. Pare e respire, caso sinta-se ansioso. Se a ansiedade bater durante a prova, pare, respire, tome um pouco de água e, se necessário, solicite sair de sala para ir ao banheiro molhar o rosto. Ao se tranquilizar, volte a fazer a prova buscando uma questão fácil e que saiba responder para ganhar confiança.

8. Confira suas respostas. Ao terminar a prova, releia as respostas, certifique-se de que estão corretas e completas. Respostas incompletas prejudicam a nota e muitas vezes basta uma segunda leitura atenta para perceber que você pode acrescentar alguma informação ou detalhe.

9. Preencha o gabarito com cuidado. Muitas provas exigem o preenchimento de gabaritos e, neste momento, todo cuidado é pouco, pois não são aceitas rasuras. Uma sugestão é o uso do lápis: faça uma pequena e fraca marca a lápis na resposta que julgar correta, e só ao final passe as respostas a caneta, evitando marcar a resposta de uma questão na outra.

10. Não cole e não desista. A cola, além de ser uma atitude desonesta, pode trazer constrangimento e consequências indesejadas. Use sua energia para tentar fazer uma boa prova e não para tentar obter resposta de forma ilícita. Caso não obtenha a nota desejada, tente mais uma vez. Reflita sobre o que o prejudicou o seu resultado e use essa experiência para fazer melhor da próxima vez.

(*)Danielle Michaelsen Lago é professora de matemática do Colégio Marista Goiânia, do Grupo Marista.

ICMS e agrotóxicos: um exemplo de lucidez em meio ao caos
O amplo conjunto de ações impostas em 2019 por governantes brasileiros no sentido de fragilizar a proteção ao meio ambiente não tem paralelo na histó...
Compliance: benefícios práticos nas empresas
Um dos principais patrimônios de uma organização é, sem dúvidas, sua reputação, que pode ter impacto tanto positivo como negativo nos negócios. Indep...
Um olho no peixe, outro no gato
O agro brasileiro poderia ser bem mais assertivo em sua comunicação com os mercados, aqui e no exterior. Falar mais das coisas boas que faz, seguindo...
Como transformar a nossa relação com a natureza?
Falar em meio ambiente não é algo abstrato. Se traduz no ar puro que respiramos, na água que bebemos e na fauna e flora que nos cercam. Somos depende...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions