ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, TERÇA  21    CAMPO GRANDE 21º

Artigos

Dia dos Povos Originários

Por Pedro Kemp (*) | 19/04/2024 16:30

Hoje é um dia especial para celebrar a diversidade das histórias e das culturas dos povos indígenas brasileiros e vale a pena nos debruçarmos sobre o texto da pesquisadora Denise Scabin – CEA/ SEMIL. Hoje é dia de combater preconceitos contra os indígenas; estabelecer políticas públicas que garantam os direitos dos povos originários; promover reflexões sobre a importância desses povos, destacando sua relevância para a proteção e preservação ambiental.

O Brasil possui um grande número de povos indígenas, mais de 266, de acordo com o Censo Demográfico, de 2022, realizado pelo IBGE, e muitos deles vivem em áreas de grande importância ecológica, como a Floresta Amazônica. Esses povos possuem um grande e valiosíssimo conhecimento sobre os ecossistemas onde vivem, tendo desenvolvido uma profunda conexão com a terra, as plantas e os animais, ao longo de milhares de anos, vivendo em harmonia com o meio ambiente.

Por isso, os povos indígenas sabem como proteger esses ambientes e administrar os recursos naturais de forma sustentável, e esse rico conhecimento tem sido transmitido de geração em geração. Os povos indígenas sabem o quanto é importante preservar os recursos naturais, para a sobrevivência de suas comunidades e, por isso, possuem uma relação de respeito e cuidado com a natureza.

Entretanto, os povos indígenas estão entre os mais vulneráveis e marginalizados da sociedade brasileira, pois sofrem constantemente ameaças às suas vidas, às suas culturas, tradições, línguas, crenças, religiões e formas de organização social, devido à invasão de seus territórios por madeireiros, garimpeiros, grileiros e grandes projetos de infraestrutura, que provocam deslocamentos forçados de suas terras; devido à degradação e poluição de suas terras por causa de desmatamentos, queimadas, contaminação de seus ecossistemas por agrotóxicos e resíduos de mineração; devido ao preconceito, discriminação, exclusão, devido à negação de suas identidades e autodeterminação e à violação de seus direitos humanos; e atualmente devido às graves consequências das mudanças climáticas, da perda de biodiversidade, da degradação ambiental e da pobreza.

Fonte: Portal de Educação Ambiental - Denise Scabin – CEA/ SEMIL (https://semil.sp.gov.br/educacaoambiental/2024/04/19-de-abril-dia-dos-povos-indigenas/)

(*) Pedro Kemp é deputado estadual.

Nos siga no Google Notícias