A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019

10/12/2014 09:22

Grandes realizações

Por Heitor Freire (*)

Ao entrar no último mês deste ano, podemos adiantar um balanço das atividades do Instituto Histórico e Geográfico do Estado de Mato Grosso do Sul: foi um ano de grandes realizações como a organização do IX Seminário de Desenvolvimento Institucional do nosso estado (SEDIMS) que, nesta edição, tratou do centenário da ferrovia e do centenário da imigração japonesa.

Em 2014 também lançamos sete obras de grande importância para a nossa história.

O primeiro foi Papel de Presente, em que Vera Tylde de Castro Pinto, reúne escritos lavrados ao longo de meio século de 1960 a 2012, lançado no dia 23 de abril. Paulo Cabral, assim se refere no prefácio: “Papel de Presente é biscoito fino, daqueles servidos em dias muito especiais, com louça guardada na cristaleira, a das grandes ocasiões (..) para o convidado sentir-se acolhido, distinguido, quase um rei...”.

Durante o IX SEDIMS, de 8 a 9 de setembro, foi lançado o livro Utopia x Realidade – Mato Grosso do Sul 1978/1979, escrito pelo dr. Jardel Barcellos de Paula que exerceu o cargo de secretário de estado de Planejamento e Coordenação Geral do Estado de Mato Grosso do Sul, de janeiro a julho de 1979. Foi ele quem, como supervisor geral da Coordenadoria de Assistência ao governador Harry Amorim Costa, coordenou todo o projeto que resultou num programa de estado.

O terceiro livro, lançado no dia 24 de outubro, foi De Tarefeiro dos Correios a Médico, de autoria do dr. Izidoro Dias Lopes de Oliveira, que retrata a sua trajetória de vida desde que ingressou nos Correios e Telégrafos como tarefeiro passando por sua transferência ao Rio de Janeiro, sua formatura como médico e transferência para Campo Grande, onde seguiu exercendo seu ofício profissional permanecendo também como médico dos Correios. O livro faz parte do projeto Eu Sou História. Nessa oportunidade foi também lançado pelos Correios e Telégrafos, como uma homenagem ao autor, o selo comemorativo “800 anos da língua portuguesa”.

O quarto é a jóia da coroa: Enciclopédia das Águas de Mato Grosso do Sul. Obra monumental, “trabalho ciclópico que contou com o entusiasmo de seus coautores, Arnaldo Rodrigues Menecozi, Ângela Antonieta Laurino e José Francisco Mineiro Júnior, e de outros profissionais e colaboradores regionais...”, nas palavras do mentor do projeto, professor Hildebrando Campestrini, durante a solenidade de lançamento na governadoria, em 31 de outubro.

O professor Arnaldo Menecozi em artigo sobre a Enciclopédia, assim se expressou:“...Com a soma destes esforços foi possível apresentar e lançar, a Enciclopédia, que, mais do que trabalho de geografia ou de hidrografia, é de história, retratando o cenário atual das águas de nosso estado (,,). É um marco no campo editorial brasileiro na área da geografia. Até onde se sabe, não há nada similar no Brasil que aborde os temas arrolados na referida obra”.

O quinto lançamento ocorreu no dia 2 de dezembro, em Corumbá, na sede da OAB: Corumbá, ruas, moradas e história de autoria do advogado Walter Mendes Garcia, que retrata com muita fidelidade parte da história dessa cidade, cuja população compareceu com muita pompa e circunstância no lançamento do livro. A edição dessa obra deve muito ao diretor do núcleo regional do IHGMS em Corumbá, dr. Moysés Reis do Amaral que encerrou a solenidade com um discurso memorável.

O sexto lançamento foi realizado no último sábado no auditório do IHGMS, Uchinanchu – Cidadãos do Mundo - Sonhos e Ilusões de um Visionário e uma Heroína, do professor Eron Brum, que retrata a história da imigração japonesa em nosso estado por meio da saga da família Shinzato, com especial ênfase na vida de seus patriarcas, Guensei e Matsu, que um dia deixaram o outro lado do mundo e construíram uma história fantástica e vitoriosa em terra distante e desconhecida. Foi de longe, o mais concorrido evento do IHGMS.

No próximo dia 10, o IHGMS encerrará com chave de ouro suas atividades deste ano com o lançamento das Obras Completas de Raul Silveira de Mello, o historiador-mor da fronteira oeste. Dentre os historiadores que estudaram o território de Mato Grosso uno, principalmente de sua fronteira oeste, desde o século XVI, destaca-se Raul Silveira de Mello (1882-1984), general do Exército. São dez volumes, num total de 2.656 páginas, organizadas e revisadas pelo professor Hildebrando Campestrini.

O IHGMS demonstra de forma maiúscula a importância da sua existência em benefício da cultura, da geografia, da história, do meio-ambiente, do turismo e do desenvolvimento institucional do nosso estado.

(*) Heitor Freire, corretor de imóveis e advogado.

ICMS e agrotóxicos: um exemplo de lucidez em meio ao caos
O amplo conjunto de ações impostas em 2019 por governantes brasileiros no sentido de fragilizar a proteção ao meio ambiente não tem paralelo na histó...
Compliance: benefícios práticos nas empresas
Um dos principais patrimônios de uma organização é, sem dúvidas, sua reputação, que pode ter impacto tanto positivo como negativo nos negócios. Indep...
Um olho no peixe, outro no gato
O agro brasileiro poderia ser bem mais assertivo em sua comunicação com os mercados, aqui e no exterior. Falar mais das coisas boas que faz, seguindo...
Como transformar a nossa relação com a natureza?
Falar em meio ambiente não é algo abstrato. Se traduz no ar puro que respiramos, na água que bebemos e na fauna e flora que nos cercam. Somos depende...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions