A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 26 de Abril de 2018

18/05/2017 08:56

Inacreditável!

Por Mansour Karmouche (*)

Ontem o Brasil parou: a incrível notícia de que o presidente da holding JBS, Joesley Batista, havia entregue ao Ministro do Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin, denuncia de delação premiada, de livre e espontânea vontade, apresentando gravações comprometedoras envolvendo o presidente da República, Michel Temer, dissolveu o último fio de esperança que a Nação vinha depositando na transição política ora em curso, após o trauma do impeachment.

É inacreditável que estejamos presenciando o fechamento de um ciclo histórico da maneira mais lamentável que um dia pudéssemos imaginar. É com tristeza e indignação que assistimos a esses episódios de amoralidade explícita, nos envergonhando perante o mundo.

Nossa única e verdadeira satisfação é de que esses fatos lamentáveis estejam ocorrendo sob a égide do fortalecimento de nossa democracia e da normalidade de funcionamento dos Poderes Republicanos.

Infelizmente, chegamos ao ápice da pior crise institucional brasileira, sem saber claramente o que acontecerá nas próximas 48 horas. Mesmo assim, acreditamos que a única saída é aquela oferecida pela Carta Constitucional, lastreada no Estado Democrático de Direito.

Qualquer proposta fora dos ditames constitucionais poderá representar um flerte perigoso com medidas de exceção, abrindo-nos ao risco de nos levar de mergulho para aventuras perigosas demais para serem concebidas e imaginadas.

Não podemos nos esquecer que a experiência nacional, diante de quadros como esse, exacerba radicalismos, fomenta desequilíbrios e estimula flertes indeléveis com o autoritarismo.

Não há como negar que o atual Governo esteja contaminado pelo descrédito, pelo opróbrio e pela ausência absoluta de manejo da governabilidade. Caberá à sociedade civil e às suas instituições representativas apontarem caminhos pautados pelo bom senso, epela serenidade pelo consenso, sempre preservando o direito e as regras supremas da legislação.

A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional de Mato Grosso do Sul, por meio de sua atual diretoria, comunica que a partir de agora manterá extrema vigilância para dar apoio às verdadeiras aspirações nacionais, jamais descurando de seu papel primordial na defesa intransigente da legalidade e dos verdadeiros interesses nacionais.

(*) Mansour Karmouche é presidente da OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Mato Grosso do Sul)

A alma do país está de luto
Há dias que a gente compreende que tudo que a vida nos deu valeu a pena. Até mesmo conhecer pessoas ou saber de pessoas que aparentemente julgamos nã...
A importância do compliance e os reflexos no mercado brasileiro
  A instituição de um programa de compliance nunca foi tão discutida como nesses últimos anos no Brasil, vindo ao encontro das surpreendentes revelaç...
A perfeita combinação entre a leitura e as crianças
Há combinações em nosso cotidiano, que por menores que sejam, são muito prazerosas como comer uma pipoca assistindo um filme debaixo de cobertores em...
Pequenas crianças, grandes responsabilidades
Ao ouvirem especialistas afirmarem com propriedade que a Educação Infantil é a mais importante etapa do desenvolvimento de um indivíduo - mais até do...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions