A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 21 de Novembro de 2017

02/12/2011 19:18

Incluindo Pessoas com Deficiência no Desenvolvimento

Ban Ki-moon*

Tradução: Romeu Kazumi Sassaki

Passaram-se 30 anos após as Nações Unidas comemorarem pela primeira vez o Ano Internacional das Pessoas com Deficiência, então focando o tema "Participação Plena e Igualdade". Durante este lapso, foram alcançados notáveis avanços na tarefa de divulgar os direitos das pessoas com deficiência e fortalecer o marco normativo internacional para a realização destes direitos, desde o Programa de Ação Mundial para as Pessoas Deficientes (1982) até a Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência (2006).

Cada vez mais países se comprometem a proteger e promover os direitos das pessoas com deficiência. Não obstante, muitas tarefas permanecem pendentes. As pessoas com deficiência apresentam os índices mais altos de pobreza e de privações; e a probabilidade de que não tenham atendimento médico é duas vezes maior. Os índices de emprego das pessoas com deficiência em alguns países chegam a apenas um terço dos da população geral. Nos países em desenvolvimento, a diferença entre os índices de frequência à escola primária das crianças com deficiência e os de outras crianças se situa entre 10% e 60%.

Essa exclusão multidimensional representa um altíssimo custo, não apenas para as pessoas com deficiência, mas também para toda a sociedade. Este ano, a celebração do Dia Internacional das Pessoas com Deficiência nos relembra que o desenvolvimento só poderá ser duradouro se for equitativo, includente e acessível para todos. É, portanto, necessário que as pessoas com deficiência estejam incluídas em todas as etapas dos processos de desenvolvimento, desde o início até as etapas de supervisão e avaliação.

Corrigir as atitudes negativas, a falta de serviços e o precário acesso a eles, e superar outros obstáculos sociais, econômicos e culturais, redundarão em benefício de toda a sociedade.

Neste Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, faço um apelo aos governos, à sociedade civil e à comunidade internacional para que trabalhem em benefício das pessoas com deficiência e colaborem com elas, lado a lado, a fim de alcançarem o desenvolvimento includente, sustentável e equitativo em todo o mundo.

(*) Ban Ki-moon é secretário-geral da ONU

O roubo amago do cedro!
A história de um país que remete-nos a antiguidade histórica também leva-nos a homenagear nesse 22 de novembro a história de um povo que carrega em s...
Quando tudo podemos, o que queremos?
A feminilidade atual convive com o tempo e não é obscurecida pela maturidade, ao invés, resplandece, iluminada por uma luz que transcende os modelos ...
Imposto sindical e o fim da sua obrigatoriedade
O “imposto sindical”, assim denominado pela CLT no atual artigo 578, é uma contribuição obrigatória devida por todos aqueles que participarem de uma ...
Baile do desespero e do improviso
Quando começo uma visita hospitalar como palhaço, experimento um puro e sincero estado de desespero. Há 16 anos faço isso com certa frequência e, fel...


Como sou portadora de Deficiêcia posso falar que nós vivemos sempre no esquecimento do desenvolvimento,eu só estudei porque meu Pai lavava e buscava na escola,e hoje que os pais trabalhan todos fora??Otal salário para os Deficiêntes é só para aqueles que vive vida vegetativa,para os outros o INSSdiz não ter direito.No censo do IBGEem cada 30 casa perguntava se tinha Deficiente.É brincadeira não!!!
 
Livínia Lima de Oliveira em 02/12/2011 11:50:21
Olha no papel e na boca dos Políticos tudo vai bem ,mas a realidade é outra muito triste,desde criança o portador de Deficiência ja é descriminado, não existe um veículo da Prefeitura ou do Estado para levar e buscar essa criança na escola,falta fisioterapeuta para acompanha-la, no seu desenvolvimento.Es não dão condiçoes é clara que esta pessoa não vai nunca poder aprender e ter uma profição .OK!
 
Livínia Lima deOliveira em 02/12/2011 11:39:50
pena que tem gente que nao ta nem ai pra deficiente ate oculpam suas vagas nos estacionamento do centro ja sao tao poucas e ainda fazem isso e uma pena mesmo,parabens a quem defende eles
 
ana lima em 02/12/2011 08:49:23
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions