A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 25 de Junho de 2017

02/12/2011 19:18

Incluindo Pessoas com Deficiência no Desenvolvimento

Ban Ki-moon*

Tradução: Romeu Kazumi Sassaki

Passaram-se 30 anos após as Nações Unidas comemorarem pela primeira vez o Ano Internacional das Pessoas com Deficiência, então focando o tema "Participação Plena e Igualdade". Durante este lapso, foram alcançados notáveis avanços na tarefa de divulgar os direitos das pessoas com deficiência e fortalecer o marco normativo internacional para a realização destes direitos, desde o Programa de Ação Mundial para as Pessoas Deficientes (1982) até a Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência (2006).

Cada vez mais países se comprometem a proteger e promover os direitos das pessoas com deficiência. Não obstante, muitas tarefas permanecem pendentes. As pessoas com deficiência apresentam os índices mais altos de pobreza e de privações; e a probabilidade de que não tenham atendimento médico é duas vezes maior. Os índices de emprego das pessoas com deficiência em alguns países chegam a apenas um terço dos da população geral. Nos países em desenvolvimento, a diferença entre os índices de frequência à escola primária das crianças com deficiência e os de outras crianças se situa entre 10% e 60%.

Essa exclusão multidimensional representa um altíssimo custo, não apenas para as pessoas com deficiência, mas também para toda a sociedade. Este ano, a celebração do Dia Internacional das Pessoas com Deficiência nos relembra que o desenvolvimento só poderá ser duradouro se for equitativo, includente e acessível para todos. É, portanto, necessário que as pessoas com deficiência estejam incluídas em todas as etapas dos processos de desenvolvimento, desde o início até as etapas de supervisão e avaliação.

Corrigir as atitudes negativas, a falta de serviços e o precário acesso a eles, e superar outros obstáculos sociais, econômicos e culturais, redundarão em benefício de toda a sociedade.

Neste Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, faço um apelo aos governos, à sociedade civil e à comunidade internacional para que trabalhem em benefício das pessoas com deficiência e colaborem com elas, lado a lado, a fim de alcançarem o desenvolvimento includente, sustentável e equitativo em todo o mundo.

(*) Ban Ki-moon é secretário-geral da ONU

Como empresários e autônomos garantirão futuro com as mudanças previdenciárias
Ter condições de se aposentar se tornou algo mais complicado no Brasil. As reformas propostas, a condição econômica em que o país se encontra, tudo i...
República da delação
O Brasil está se transformando na República da Delação. Os delatores são considerados salvadores da Pátria. Recebem homenagem de tribunais e de casas...
Cidadãos globais ou do cosmos
Vivemos na época do abuso do poder por homens que se julgam acima de tudo e de todos, impondo sua vontade de forma tirânica. Não querem assumir a res...
Lembranças e esquecimento
xcertos de cartas preteridas por outros veículos de comunicação refletem o que se pretendeu opinar, discutir e comentar. No âmbito cultural e em rela...



Como sou portadora de Deficiêcia posso falar que nós vivemos sempre no esquecimento do desenvolvimento,eu só estudei porque meu Pai lavava e buscava na escola,e hoje que os pais trabalhan todos fora??Otal salário para os Deficiêntes é só para aqueles que vive vida vegetativa,para os outros o INSSdiz não ter direito.No censo do IBGEem cada 30 casa perguntava se tinha Deficiente.É brincadeira não!!!
 
Livínia Lima de Oliveira em 02/12/2011 11:50:21
Olha no papel e na boca dos Políticos tudo vai bem ,mas a realidade é outra muito triste,desde criança o portador de Deficiência ja é descriminado, não existe um veículo da Prefeitura ou do Estado para levar e buscar essa criança na escola,falta fisioterapeuta para acompanha-la, no seu desenvolvimento.Es não dão condiçoes é clara que esta pessoa não vai nunca poder aprender e ter uma profição .OK!
 
Livínia Lima deOliveira em 02/12/2011 11:39:50
pena que tem gente que nao ta nem ai pra deficiente ate oculpam suas vagas nos estacionamento do centro ja sao tao poucas e ainda fazem isso e uma pena mesmo,parabens a quem defende eles
 
ana lima em 02/12/2011 08:49:23
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions