ACOMPANHE-NOS    
MARÇO, QUINTA  04    CAMPO GRANDE 27º

Cidades

Aldeias urbanas estão fora da primeira remessa de vacina contra covid

Primeira remessa de doses contempla apenas indígenas em aldeias na área rural, segundo secretário estadual de Saúde

Por Ana Paula Chuva | 18/01/2021 13:35
Aldeia Urbana Marçal de Souza, localizada no bairro Tiradentes na Capital. (Foto: Arquivo)
Aldeia Urbana Marçal de Souza, localizada no bairro Tiradentes na Capital. (Foto: Arquivo)

Programada para iniciar amanhã (19),  a vacinação contra covid-19 para indígenas de Mato Grosso do Sul não contemplará as aldeias urbanas, segundo o secretário estadual de saúde, Geraldo Resende. Das 158.760 doses que o Estado receberá ainda hoje, 97 mil são reservadas para a população indígena.

Durante entrevista no Hangar do Governo do Estado, o secretário destacou que Mato Grosso do Sul é um segundo estado com a maior população indígena. Segundo a Sesai (Secretaria Especcial de Saúde Indígena) são 80.459 habitantes em 29 cidades do Estado representados por oito etnias : Guarani, Kaiowá, Terena, Kadwéu, Kinikinaw, Atikun, Ofaié e Guató.

“Vamos seguir o que foi pactuado no plano nacional. Com essas 97 mil doses vacinaremos 43.500 indígenas, já que são divididas em duas doses. E a aplicação das doses já está definida com os municípios. Eu inclusive quero estar presente amanhã para participar dessa aplicação nas aldeias Jaguapiru e Bororo em Dourados”, explicou Resende.

Geraldo falou com a imprensa na saída do Hangar do Governo hoje. (Foto: Henrique Kawaminami)
Geraldo falou com a imprensa na saída do Hangar do Governo hoje. (Foto: Henrique Kawaminami)

No entanto, lembrou que nesse primeiro momento a população indígena em aldeias urbanas não serão contempladas pelas doses. Ao todo o Estado tem quatro aldeias urbanas, todas em Campo Grande.

“Aldeias urbanas nesse momento não entram porque a população é tratada como se fosse população que vive na cidade. A prioridade agora são os indígenas aldeados fora da área urbana.”, disse Geraldo.

Chegada - A chegada das doses de vacina em Mato Grosso do Sul está prevista para às 15h. O avião da FAB (Força Aérea Brasileira) com o imunizante saiu de Santa Catarina por volta das 12h30.

Segundo Geraldo, a intenção é realizar uma cerimônia simbólica de vacinação hoje às 17h no HRMS (Hospital Regional de Mato Grosso do Sul) terá uma idosa do Asilo São João Bosco, o médico e um índio.

Os três a serem vacinados representam o público prioritário beneficiado com a primeira leva do imunizante CoronaVac.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário