ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, QUINTA  17    CAMPO GRANDE 19º

Cidades

Clínica-escola inicia atendimento remoto gratuito para pacientes de Fibromialgia

Síndrome afeta mais de 4 milhões de brasileiros, maioria são mulheres entre 30 e 60 anos.

Por Paula Maciulevicius Brasil | 07/06/2021 12:48
Clínica-escola funciona dentro da UCDB e está fazendo atendimento remoto. (Foto: Divulgação)
Clínica-escola funciona dentro da UCDB e está fazendo atendimento remoto. (Foto: Divulgação)

A Clínica-Escola da UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) começou neste mês o atendimento remoto a pacientes com fibromialgia. O cadastro para ser atendido pela clínica é aberto a toda comunidade, mas precisa que o paciente tenha o diagnóstico e um encaminhamento médico.

A fibromialgia é uma síndrome clínica que se manifesta com dor em todo o corpo, em especial na musculatura. Segundo a Sociedade Brasileira de Reumatologia, junto com a dor o paciente também pode sentir cansaço, podendo já acordar cansado, o que significa que o sono não é reparador. Entre outros sintomas também estão alterações de memória e atenção, ansiedade e depressão.

Bastante comum, a estimativa é de que a doença afete 4 milhões de brasileiros, a maioria mulheres com idade entre 30 e 60 anos.

O atendimento gratuito da universidade é parte do projeto de extensão Fibro MS que tem por objetivo levar qualidade de vida aos pacientes com fibromialgia através do trabalho multidisciplinar dos profissionais de Nutrição, Fisioterapia e Psicologia.

Os pacientes são atendidos pelos acadêmicos dos cursos descritos acima com a supervisão dos professores. De acordo com a coordenadora do projeto, Luziane de Fátima Kirchner, o primeiro passo é avaliar o paciente para então saber qual o melhor caminho para o tratamento.

"Indicamos à área de Nutrição para o preparo de alimentos que amenizem as inflamações, os exercícios de Fisioterapia, como o alongamento neural, sempre orientando como ele pode fazer em casa e dentro da Psicologia, gerenciando o estresse do dia a dia ou como conviver com a doença", explica.

A expectativa da clínica é oferecer os atendimentos presenciais a partir do segundo semestre, a depender de como estiverem os dados da covid-19 na Capital.

Para se cadastrar, o paciente pode entrar em contato pelos telefones: (67) 3312-3638 e 3312-3705.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário