A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 16 de Setembro de 2019

16/08/2019 11:30

Com licitação semana que vem, obras recomeçam em 60 dias no Aquário

Governador em exercício, Murilo Zauith (DEM), anunciou este cronograma durante audiência no Crea-MS

Leonardo Rocha e Fernanda Palheta
Estrutura do Aquário do Pantanal, em Campo Grande (Foto: Henrique Kawaminami - Arquivo)Estrutura do Aquário do Pantanal, em Campo Grande (Foto: Henrique Kawaminami - Arquivo)

A obra no Aquário do Pantanal deve ser retomadas daqui 60 dias e as duas primeiras licitações já publicadas na semana que vem. Esta informação foi anunciada hoje (16), durante a manhã, pelo governador em exercício, Murilo Zauith (DEM), que também é secretário estadual de Infraestrutura.

Murilo explicou que neste momento a obra terá três licitações lançadas, sendo as duas primeiras na semana que vem. Elas vão tratar (obra) da conclusão da cobertura metálica do Aquário, assim como das trocas de vidros quebrados, que se tratam de 10 placas na estrutura.

A terceira licitação, que ainda está em fase de produção, vai tratar da troca de forro interno do Aquário, onde ficam a biblioteca e auditório, assim como a conclusão das “monocapas” e da impermeabilização dos tanques. Juntando as três (licitações), segundo Zauith, serão gastos R$ 8 milhões.

“Em torno de 60 dias as obras do Aquário serão retomadas, temos absoluta certeza que as atividades voltam neste ano. Os recursos para estas licitações já estão disponíveis”, disse Murilo, durante audiência pública, na sede do Crea-MS (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de MS).

Governador em exercício, Murilo Zauith (DEM), durante entrevista no Crea-MS (Foto: Fernanda Palheta)Governador em exercício, Murilo Zauith (DEM), durante entrevista no Crea-MS (Foto: Fernanda Palheta)

Projeto - A obra do Aquário está dividida em cinco frentes: construção civil, suporte a vida, instalações elétricas, maquinários e instalações e manutenção dos tanques. Ao todo a obra custará mais de R$ 200 milhões – ante os R$ 79 milhões em seu anúncio, no início da década.

A estrutura terá 21 mil metros quadrados de área construída, com 32 tanques (24 deles internos). A conclusão inclui a finalização de cúpulas e estruturas de acrílico, manutenção de pavimentos, instalação e funcionamento de 178 bombas d’água, entre outras ações.

O espaço será um centro de referência para pesquisas, contando com museu interativo, biblioteca, auditório para 250 pessoas, sala de exposição e laboratórios de pesquisa. A obra deve ser finalizada no ano que vem.



Diz que não tem dinheiro, mas vai colocar mais dinheiro bom em negócio ruim. Abre concursos públicos; aprovados pedem demissão de seus empregos para realizar curso de formação, sem previsão de nomeação, se tornando desempregados novamente. Gestão catastrófica e irresponsável.
 
Áttila Teixeira Gomes em 16/08/2019 11:50:05
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions