ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, DOMINGO  09    CAMPO GRANDE 30º

Cidades

Com mais 12 óbitos em uma tarde, total de mortes chega a 103 nesta quinta

Desde o boletim da manhã de hoje, 3 pessoas entraram no relatório só em Campo Grande

Por Ângela Kempfer | 02/07/2020 16:59
Vicentina das Dores Ponciano, de 84 anos, é a primeira vítima da covid-19 no município de Cassilândia. (Foto: Reprodução Facebook)
Vicentina das Dores Ponciano, de 84 anos, é a primeira vítima da covid-19 no município de Cassilândia. (Foto: Reprodução Facebook)

Nas últimas horas, 12 mortes entraram nos registros oficiais da Secretaria Estadual de Saúde de Mato Grosso do Sul. O ritmo dos óbitos assusta: já são 103. A cada 2 horas, 1 pessoa é sepultada, vítima da covid-19. As mortes desta tarde são de pacientes entre 50 e 85 anos. Campo Grande registra mais 3 óbitos e soma 16 mortes.

Até o boletim divulgado pela SES às 10h30 da manhã, o Estado contabilizava 91 óbitos. Mesmo sem estar no relatório, o Campo Grande News já havia noticiado as mortes de um agente da vigilância epidemiológica de Douradina, de 50 anos, e de uma mulher, de 55 anos, moradora de Corumbá. Ambos, sem comorbidades relatadas

Segundo a Secretaria, a 94º vítima é um homem de 78 anos, residente de Campo Grande. Ele tinha como agravantes doença cardiovascular crônica e doença neurológica crônica. Os primeiros sintomas da doença surgiram no dia 8 de junho, 4 dias depois já estava internado na UTI no Hospital Regional e morreu ontem (1).

Outra moradora de Campo Grande entra na estatística fatal da covid-19 como a 95ª vítima. A mulher de 66 anos tinha diabetes e estava internada desde 28 de junho, também no HR. Ela morreu no mesmo dia, mas a covid só foi confirmada ontem.

O 96º óbito ocorreu em Três Lagoas. Homem de 77 anos era hipertensoe estava em UTI desde 7 de junho, onde faleceu ontem.

Em Nova Andradina morreu 97ª pessoa. Aos 85 anos, uma mulher com diabetes começou a se sentir mal em 18 de junho, foi internada e morreu hoje (2).

No epicentro da doença, a 98ª vítima é homem de 66 anos, residente de Dourados. Outro paciente com doença cardiovascular crônica e diabetes. Internado em UTI em 28 de junho, morreu também hoje..

Novamente Batayporã registrou óbitos na pandemia de coronavírus. Na cidade, que teve as primeiras 2 mortes por covid em Mato Grosso do Sul, ontem (1) uma senhora de 79 anos também faleceu. Ela tinha diabetes e hipertensão e estava em UTI desde 26 de junho.

Na terça-feira o Campo Grande News registrou a morte de uma mulher, de 75 anos, em Sonora, mas que ainda não havia sido confirmada pela SES. Agora, entra no boletim como 100ª vítima. porqueo diagnóstico positivo só saiu hoje.

Também em Dourados, homem de 77 anos, faleceu há 12 dias no Hospital da Vida, mas o exame havia dado problema "Coleta de amostra com vazamento durante transporte, não sendo possível realizar diagnóstico laboratorial. Optou-se, em conjunto com a equipe de Dourados, por coletar amostras dos contatos intradomiciliares para fechamento do caso. Considerando dois resultados positivos por RT-PCR de contatos intradomiciliares do óbito, é o primeiro caso e óbito confirmado COVID por critério vinculo epidemiológico", explica a SES.

Hoje, Cassilândia entra no mapa das mortes do coronavírus com a 102ª vítima do Estado. Mulher de 84 anos, também com diabetes. sentiu os primeiros sintomas em 19 de junho, mas só foi internada no dia 26 e morreu hoje.

A última vítima relata pela Secretaria é de Campo Grande. Mulher de 75 anos, com doença cardiovascular crônica e obesidade, estava internada em UTI desde 28 de junho e morreu nesta quinta-feira.