ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUINTA  05    CAMPO GRANDE 16º

Cidades

Com ritmo baixo de vacinação com 2ª dose, MS pode voltar a imunizar mais pessoas

Mais de 550 mil pessoas não tomaram 2ª dose de Astrazeneca; imunizante é o que mais tem pacientes só com 1ª

Por Guilherme Correia | 21/06/2021 12:14
Profissional de saúde pega vacina de dentro de caixa térmica (Foto: Marcos Maluf/Arquivo)
Profissional de saúde pega vacina de dentro de caixa térmica (Foto: Marcos Maluf/Arquivo)

Estado tem vacinado com segunda dose em ritmo muito baixo nas últimas semanas, enquanto o ritmo da primeira dose segue alto. Apesar disso, a tendência é que a segunda aplicação - que garante total eficácia prevista do imunizante contra coronavírus - passe a ser maior nos próximos dias.

Em média, foram aplicadas cerca de 2,9 mil primeiras doses na semana passada em Mato Grosso do Sul. Enquanto isso, fora cerca de 548 vacinas da segunda dose.

Segundo esse mesmo índice, o recorde de vacinações se deu na semana de 20 de maio, quando aplicava-se mais de 11 mil vacinas da segunda dose. Já o mais recente recorde de primeira dose aconteceu em 4 de junho, com 14,5 mil doses por dia.

Astrazeneca - Conforme a SES (Secretaria Estadual de Saúde), mais recente lote de Astrazeneca encaminhado neste domingo (20), e que tem sido repassado aos municípios do interior na manhã de hoje, será todo destinado à esse reforço.

Segundo dados da pasta, apenas em relação à vacina fabricada pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), a diferença entre quantas foram aplicadas de cada etapa é de pouco mais de 550 mil.

Ou seja, há cerca meio milhão de sul-mato-grossenses que tomaram essa vacina nos últimos meses e que aguardam o prazo indicado pela bula, de três meses, para tomar a segunda dose. A previsão é de que sejam imunizados em junho, julho e agosto.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário