ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, QUINTA  18    CAMPO GRANDE 20º

Cidades

De MS, égua "ícone do rodeio brasileiro" morre ao ser picada por cobra

Égua "Louca Paixão" nasceu em Aparecida do Taboado e encantou amantes de rodeio pelo Brasil

Por Murilo Medeiros | 10/07/2024 10:48
Égua "Louca Paixão" pulando em uma arena de rodeio. (foto: Reprodução/Instagram)
Égua "Louca Paixão" pulando em uma arena de rodeio. (foto: Reprodução/Instagram)

"Simplesmente fantástica", "fez história" e "grande estrela". É assim que amantes do rodeio se lembram da égua Louca Paixão, que nasceu em Aparecida do Taboado, a 458 quilômetros da Capital, e atuava na modalidade Cutiano nas arenas de rodeio do Brasil todo. Ela morreu na sexta-feira (5) vítima de uma picada de cobra, em Água Boa (MT).

Louca Paixão viajou para o município de Mato Grosso para pular na final de um rodeio na cidade, mas foi encontrada com sinais de picada de cobra. A égua de 5 anos chegou a ser socorrida por veterinários, mas não resistiu.

Emocionado, o comentarista de rodeios Enrique Moraes relatou a história da égua em vídeo publicado nas redes sociais. A estreia dela nas arenas foi em 2022, na Festa do Peão de Paranapuã (SP) e "em menos de três anos fez uma história que em mais de 60 anos de rodeio de cavalos Cutiano não se tinha", segundo Enrique.

"Não dava vontade de vir trabalhar", desabafa o comentarista sobre os momentos após a morte da égua. Aos prantos, ele se lembrou do legado de Louca Paixão. "O que essa égua vinha fazendo no rodeio é diferenciado de tudo. Perdemos hoje o melhor animal que o rodeio já teve no Cutiano".

Ainda de acordo com Enrique, a égua era avaliada em cerca de 3 milhões de reais. O proprietário dela, Nilson Cardoso, ainda reside na cidade de Aparecida do Taboado e se manifestou pelas redes sociais. "Infelizmente alguns planos não são como gostaríamos que fosse e devemos aceitar as decisões de Deus. Agradecemos a todos pelo carinho com a tropa e em especial à ela: Louca Paixão", escreveu.

Na modalidade Cutiano, de rodeio em cavalos, o peão segura a rédea com uma das mãos e a outra não pode tocar em nada. As notas vão de 0 a 100 e o peão precisa resistir por oito segundos em cima do animal.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias