A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 22 de Setembro de 2019

27/08/2019 11:05

Em 3 endereços na Capital, polícia apreende dinheiro e joias do tráfico

Equipes fizeram buscas em uma fazenda na MS-040, área rural de Campo Grande, em uma casa no Carandá Bosque e outra na Coopharádio

Anahi Zurutuza
Dinheiro apreendido durante buscas; dólares e reais (Foto: PF/Divulgação)Dinheiro apreendido durante buscas; dólares e reais (Foto: PF/Divulgação)

Policiais federais estiveram em três endereços em Campo Grande ligados à quadrilha investigada por enviar cocaína para a Europa e Ásia. Equipes fizeram buscas em uma fazenda na MS-040, área rural de Campo Grande, em uma casa no Carandá Bosque e num terceiro imóvel no Coopharádio que, conforme a investigação, funcionava como empresa de fachada.

Nos três locais, segundo a PF, foi apreendida grande quantidade de dinheiro, joias e celulares. O valor ainda não foi contabilizado.

A operação Alba Vírus é comandada pela PF de Santos (SP) e conta com participação de 180 policiais. A força-tarefa tinha nesta manhã 18 mandados de prisão e 42 de busca e apreensão para serem cumpridos também em São Paulo (São Paulo, Santos e Guarujá), Santa Catarina (Itajaí e Balneário Camboriú) e em Salvador, na Bahia.

Ainda de acordo com a investigação, o grupo de traficantes de drogas que enviou ao menos seis toneladas de cocaína para países da Europa e da Ásia. A droga era escondida em cargas enviadas em containers de produtos enviados do Brasil por navios que partiam do porto de Santos para a Europa.

Mais cedo, os policiais haviam apreendido cerca de US$ 2 milhões e R$ 400 mil nos endereços ligados aos investigados.

A operação foi batizada de Alba Vírus, em latim, que significa vírus ou veneno branco, fazendo referência à cocaína.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions