ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, DOMINGO  26    CAMPO GRANDE 15º

Cidades

Em dois dias, 46 foram presos e 420 quilos de drogas apreendidos

Operação simultânea em 5 estados visa combater crimes ambientais, tráfico de drogas e armas e contrabrando

Por Ana Paula Chuva | 26/05/2022 13:33
Policiais de Mato Grosso do Sul e São Paulo na divisa dos estados. (Foto: Divulgação | PMCG)
Policiais de Mato Grosso do Sul e São Paulo na divisa dos estados. (Foto: Divulgação | PMCG)

Em dois dias, 46 pessoas foram presas durante a 6ª edição da Operação “Divisas Integradas”. A ação é uma força-tarefa entre as forças de segurança de cinco estados – Mato Grosso do Sul, São Paulo, Paraná, Minas Gerais e Rio de Janeiro – e vista coibir e combater os crimes ambientais, tráfico de drogas e armas, descaminho e contrabando na fronteira e divisas do Estado.

O balanço foi divulgado pelo Gabinete de Gestão Integrada e Divisas da Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul) nesta quinta-feira (26). Entre as apreensões já feitas nesses dois dias, estão mais de 420 quilos de drogas e mais de R$ 1,1 milhão em produtos de descaminho, autuações ambientais e físicas e multas.

Além disso, 46 pessoas foram presas e três menores apreendidos. Também foram abordadas quase 6 mil pessoas e mais de 4 mil veículos vistoriados e 12 mandados de prisão cumpridos até agora. No campo, mais de 10 mil animais foram vistoriados.

Mato Grosso do Sul é considerado grande corredor para o tráfico de drogas, com isso, a operação ganhou novas frentes de atuação, segundo o secretário executivo do Gabinete de Gestão Integrada, coronel da Polícia Militar, Edmilson de Oliveira Ribeiro.

“É extremamente oportuno que esta operação se desdobre no enfrentamento às organizações criminosas ligadas ao tráfico de drogas, em especial, na nossa região. A integração entre as forças e entre os estados envolvidos é uma forma de enfrentar grupos organizados e agir de forma mais intensa nas divisas do Estado e também na região fronteiriça”, explicou o coronel.

A operação conta com equipes das policiais Militar, Civil, Rodoviária Federal, Técnica e Federal, além do Corpo de Bombeiros, Receita Federal, Departamento de Operações de Fronteira, coordenadorias gerais de Perícia e de Patrulhamento Aéreo, órgãos de inteligência, Secretaria Estadual de Fazenda e da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal.

Ao todo, em MS, são quase 900 mil agentes de segurança atuando de forma volante. Já a coordenação nacional é feita pelo Centro de Operações Integradas da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo.

Nos siga no Google Notícias