ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, SÁBADO  17    CAMPO GRANDE 19º

Cidades

Empresa de MS vence licitação para concluir Aquário do Pantanal

Maksoud Rahe já responsável pela obra do museu do Aquário, concorria pela parte civil com empresa do PR

Por Silvia Frias | 04/03/2021 07:59
Obra do Aquário do Pantanal foi retomada em novembro de 2019 (Foto: Gabriel Marchese)
Obra do Aquário do Pantanal foi retomada em novembro de 2019 (Foto: Gabriel Marchese)

A Construtora Maksoud Rahe, de Campo Grande, venceu licitação e será responsável pela parte civil do Aquário do Pantanal, em contrato orçado em R$ 19.657 milhões. Inicialmente, a empresa disputava com a PGC Engenharia, de Curitiba (PR) pelo serviço, mas a concorrente não teve documentação habilitada em decisão de fevereiro.

O trabalho civil é a parte do serviço destinado a serviços gerais de canteiro, alvenaria, esquadrias e ferragens, revestimentos de parede, forro, acessibilidade, jardim interno, instalações hidro-sanitárias e águas pluviais.

Com capital social de R$ 1,8 milhão, conforme informado à Receita Federal, a Maksoud Rahe chegou a ser escolhida em janeiro de 2018, sem licitação, para concluir o empreendimento. À época, receberia R$ 27.569.534,83.

Naquele ano, decisão judicial mandou que o governo fizesse licitação para concluir a obra.  A empresa já foi escolhida para construir o museu interativo que vai funcionar no Aquário do Pantanal, orçado em R$ 2,1 milhões.

O Aquário do Pantanal começou a ser construído em 2011, durante o governo de André Puccinelli (MDB). A obra custará mais de R$ 200 milhões, mais que o dobro do valor previsto no início da construção, que era de R$ 76 milhões. As obras retornaram em novembro de 2019.


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário