ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUARTA  21    CAMPO GRANDE 31º

Cidades

Greve geral não afeta funcionamento de indústrias no Estado, diz Fiems

De acordo com a federação que representa o segmento, não houve atrasos ou faltas significativas devido à paralisação

Por Jones Mário | 14/06/2019 11:12
Fiems assegura que indústrias do Estado não foram impactadas pela greve nacional (Foto: Reprodução/Facebook)
Fiems assegura que indústrias do Estado não foram impactadas pela greve nacional (Foto: Reprodução/Facebook)

A Fiems (Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso do Sul) assegura que o setor industrial não foi afetado pela greve nacional contra a reforma da Previdência, convocada para hoje.

Em posicionamento oficial, a federação afirma que nenhuma das 6 mil indústrias de Mato Grosso do Sul comunicou atrasos ou faltas significativas de trabalhadores e que o segmento não registrou impacto da paralisação.

Em Campo Grande, a greve geral mobilizou motoristas do transporte coletivo, que só deixaram as garagens depois de três horas de paralisação. Trabalhadores da construção civil também aderiram ao protesto contra a reforma em trâmite no Congresso Nacional.

Entidades sindicais e movimentos sociais se concentraram em frente à sede do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) nesta manhã. O principal ato do dia na Capital teve concentração na Praça do Rádio Clube, no centro, com diversas categorias reunidas.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário