ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, DOMINGO  20    CAMPO GRANDE 13º

Cidades

Novo lote de vacinas da Coronavac para 2ª dose deve chegar amanhã em MS

Mais de 100 mil sul-mato-grossenses aguardam nova dose que garante total imunização prevista contra covid

Por Guilherme Correia | 12/05/2021 11:28
Em falta, doses da Coronavac chegarão nesta semana a Mato Grosso do Sul (Foto: Marcos Maluf/Arquivo)
Em falta, doses da Coronavac chegarão nesta semana a Mato Grosso do Sul (Foto: Marcos Maluf/Arquivo)

Durante coletiva nesta manhã (12), o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, afirmou que Mato Grosso do Sul espera receber novo lote de vacinas contra a covid amanhã (13). Serão 51,5 mil doses enviadas pelo Ministério da Saúde, divididas em 27 mil imunizantes da Coronavac - que serão utilizadas para que os municípios deem continuidade à imunização com a 2ª dose - além de 24,5 mil da Astrazeneca.

No Estado, pelo menos 5,2 mil pessoas receberam 2ª dose da vacina sino-brasileira em tempo diferente do que é recomendado pela própria fabricante, conforme reportado no mês passado pelo Campo Grande News. Ainda assim, a orientação oficial é que a população recebe o reforço do imunizante mesmo que a vacinação ocorra fora do prazo.

O titular da SES (Secretaria Estadual de Saúde) adiantou que resolução será publicada já na quinta-feira com os detalhes sobre quantitativo destinado a cada município, bem como a recomendação exata dos públicos-alvos.

Ainda assim, segundo ele, a previsão é que as vacinas fabricadas pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) sejam separadas para que metade seja logo utilizada em 1ª aplicação e a outra parte seja reservada para 2ª aplicação, mas novas indicações do governo federal ainda podem ser feitas.

Com a chegada do novo carregamento, Mato Grosso do Sul somará mais de 1 milhão de doses recebidas desde janeiro deste ano. Desde o início da pandemia, mais de 260 mil pessoas tiveram a doença e 6,1 mil morreram.

Até ontem, 22,4% da população estava vacinada com ao menos uma dose de imunizante contra a doença, sendo que 8,6% dos habitantes estão imunizados de forma adequada com as duas doses.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário