ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, SEXTA  12    CAMPO GRANDE 24º

Cidades

Plataforma da SES é avaliada por ministério e pode ser implementada no Brasil

O encontro teve como principal objetivo apresentar o funcionamento do E-Crie, da SES

Por Gabriel de Matos | 02/03/2024 18:37
Representantes da SES e do Ministério da Saúde avaliando plataforma (Foto: Divulgação/SES)
Representantes da SES e do Ministério da Saúde avaliando plataforma (Foto: Divulgação/SES)

A SES-MS (Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul) recebeu representantes do Ministério da Saúde para uma importante avaliação do Sistema E-Crie. Desenvolvido localmente pela SES, esta plataforma digital foi projetada para gerenciar a solicitação e distribuição de imunobiológicos especiais nos 79 municípios do estado.

O encontro teve como principal objetivo apresentar o funcionamento do E-Crie e discutir a possibilidade de estabelecer um acordo de cooperação técnica entre a SES e o Ministério da Saúde visando à implementação da ferramenta em âmbito nacional.

Carlos Edson Hott, representante do Núcleo de Governança da Informação do Ministério da Saúde, destacou a importância de identificar casos de sucesso como este para ampliar o acesso a sistemas eficazes em todo o país.

"Quando o governo federal identifica um caso de sucesso em alguma localidade, nós buscamos conhecê-lo para entender como podemos ampliar o acesso a esse sistema para os demais estados e municípios", afirmou Hott.

A assessora técnica do departamento de Imunização ligada à coordenação-geral de Corporação Científica e Imunização do Ministério da Saúde, Patrícia Carvalho ressaltou o apoio dado a essa iniciativa desde dezembro de 2023. Ela expressou interesse em conhecer profundamente o sistema para sua possível expansão, reconhecendo a necessidade de estabelecer um fluxo eficiente de acesso aos imunobiológicos especiais.

"A necessidade de estabelecer um fluxo de acesso aos imunobiológicos especiais é crucial, e este sistema utilizado atualmente em Mato Grosso do Sul chamou bastante a atenção. Queremos conhecer profundamente para avaliar sua possibilidade de ampliação", explicou Carvalho.

Marcos Espindola de Freitas, coordenador de Tecnologia de Informática e Informação da SES, detalhou o funcionamento da ferramenta, enfatizando que o Sistema E-Crie é único no país, sendo uma solução tecnológica destinada ao controle e dispensação de imunobiológicos especiais. Ele ressaltou que todo o ciclo, desde o cadastro do paciente até a entrega do insumo, é gerenciado pela plataforma.

"Não existe nenhuma solução semelhante no país que controle eletronicamente e permita que os pacientes enviem os dados de forma digital. A comitiva veio conhecer a tecnologia e discutir uma possível cedência para outras unidades administrativas do país", explicou Freitas.

Para Frederico Jorge Pontes de Moraes, gerente de Imunização da SES, é fundamental que o Ministério da Saúde conheça e promova a ampliação dessa ferramenta desenvolvida em Mato Grosso do Sul para os demais estados brasileiros.

"A partir desta ferramenta, temos disponibilidade das informações do sistema de informação, agilidade no processo de entrega e monitoramento das doses enviadas. O que antes era feito de forma física, agora ocorre de forma digital, proporcionando maior celeridade no processo", concluiu Moraes.

A reunião contou com a participação de representantes das coordenadorias de Imunização e Tecnologia de Informática e Informação da SES, além do Núcleo de Governança da Informação e da coordenação-geral de Corporação Científica e Imunização do Ministério da Saúde.

Nos siga no Google Notícias