A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 14 de Outubro de 2019

07/08/2019 12:24

Secretaria confirma mais 4 mortes e número de vítimas da gripe chega a 53

Segundo a Secretaria, das 53 mortes confirmadas, 48 ocorreram por contaminação com o vírus H1N1

Fernanda Palheta
Campo Grande lidera o registro de mortes por gripe no Estado, com 19 mortes confirmadas (Foto: Henrique Kawaminami)Campo Grande lidera o registro de mortes por gripe no Estado, com 19 mortes confirmadas (Foto: Henrique Kawaminami)

A Secretaria Estadual de Saúde confirmou mais quatro mortes por gripe em Mato Grosso do Sul. Conforme o boletim o boletim epidemiológico da Influenza, divulgado nesta quarta-feira (7), em uma semana, o número de mortes confirmadas passou de 49 para 53.

A última morte confirmada foi de um idoso, de 64 anos, que morreu na última sexta-feira (2) em Campo Grande. O boletim ainda confirmou a morte de uma idosa, de 67 anos, no dia 31 de julho em Corumbá, cidade a 419 quilômetros da Capital.

A terceira morte confirmada foi a de um idoso, de 70 anos, que morreu no dia 30 de julho, em Fátima do Sul, cidade a 246 quilômetros de Campo Grande. De acordo com a secretária ainda foi confirmada a morte por gripe de uma idosa, de 85 anos, no dia 26 de julho, em Sidrolândia, cidade a 71 quilômetros da Capital.

Com as confirmações, Campo Grande lidera o registro de mortes por gripe no Estado, com 19 mortes confirmadas, seguida por Três Lagoas, cidade a 338 quilômetros de Campo Grande, com seis mortes.

Ainda segundo a Secretaria, das 53 mortes confirmadas, 48 ocorreram por contaminação com o vírus H1N1, duas pelo vírus H3N2 e três por um subtipo não identificado. Em 2018, 33 pessoas morrerem por gripe em Mato Grosso do Sul.

Segundo dados da Secretaria de Saúde, este é o segundo maior índice de mortes registrados no Estado nos últimos 10 anos, ficando atras apenas de 2016, quando 103 pessoas morreram no Estado.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions