ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, QUINTA  13    CAMPO GRANDE 31º

Cidades

Só em 2023, 87 pessoas foram resgatadas de trabalho escravo em MS

Maior número em 14 anos, levantamento do MTE aponta que 3,1 mil trabalhadores foram resgatados em todo o país

Por Mylena Fraiha | 29/01/2024 15:25
Local onde os trabalhadores estavam sendo mantidos em Porto Murtinho (Foto: Divulgação/MPT)
Local onde os trabalhadores estavam sendo mantidos em Porto Murtinho (Foto: Divulgação/MPT)

No ano de 2023, Mato Grosso do Sul testemunhou o resgate de 87 trabalhadores em nove operações realizadas no Estado. Esses números somam-se aos dados nacionais preocupantes divulgados pelo MTE (Ministério do Trabalho e Emprego), que registrou o resgate de 3.190 trabalhadores em situação semelhante à escravidão em todo o país, o maior número em 14 anos.

Em memória ao Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo, celebrado neste domingo (28), o MPT (Ministério Público do Trabalho) destaca a urgência do fortalecimento da fiscalização para conter esse crime que ainda persiste no Brasil. A instituição aponta que participou de 255 operações de combate ao trabalho escravo em 2023.

Além disso, foram firmados 218 termos de ajuste de conduta (TACs) e ajuizadas 19 ações civis públicas, resultando em indenizações por dano moral coletivo que totalizaram R$ 9,7 milhões para os trabalhadores. Em Mato Grosso do Sul, foram contabilizados 11 termos de ajuste de conduta e dez ações civis públicas.

Em nível nacional, os estados com o maior número de trabalhadores resgatados foram Goiás (739), Minas Gerais (651) e São Paulo (392). Os setores mais afetados incluem o cultivo de café, com 302 resgatados, e a produção de cana-de-açúcar, com 258.

Um dos casos mais significativos de 2023, ocorrido em MS, envolveu o resgate de 11 trabalhadores em situação análoga à escravidão, em uma área rural de Porto Murtinho, a 439 km de Campo Grande.

Inicialmente contratados para a construção de cercas, os trabalhadores foram encontrados alojados em condições degradantes, sem acesso a banheiros e água potável. O resgate ocorreu em 12 de dezembro de 2023.

Data nacional - Neste domingo (28), foi celebrado o Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo. A data foi instituída em memória aos auditores-fiscais do Trabalho Nélson José da Silva, João Batista Soares Lage e Eratóstenes de Almeida Gonçalves, além do motorista Aílton Pereira de Oliveira.

O grupo foi assassinado em Unaí (MG), no dia 28 de janeiro de 2004, enquanto investigavam denúncias de trabalho escravo em uma das fazendas de Norberto Mânica.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas  redes sociais.

Nos siga no Google Notícias