A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 19 de Março de 2019

28/02/2019 16:48

Colecionador de títulos em MS, líder da Vetorial é preso a pedido do Paraguai

Empresa atua em quatro municípios de Mato Grosso do Sul: Ribas do Rio Pardo, Corumbá, Água Clara e Brasilândia

Aline dos Santos
Líder e sócio da Vetorial, Gustavo foi preso na Itália. (Foto: ABC Color)Líder e sócio da Vetorial, Gustavo foi preso na Itália. (Foto: ABC Color)

Colecionador de homenagens em Mato Grosso do Sul, o diretor-proprietário da Vetorial, Gustavo Trindade Correa, foi preso na Itália, a pedido do Ministério Público do Paraguai, que o acusa de fraude.

A prisão foi divulgada pelo jornal ABC Color, que destacou a lentidão da Interpol em comunicar a prisão: quase um mês. O empresário foi preso em 21 de janeiro e o fato comunicado em 19 de fevereiro.

Conforme o jornal, a Vetorial firmou contrato de locação com a Acepar em meados de 2014 e, desde então, até o final de 2017, quando parou de produzir, registrou inúmeras irregularidades, deixando US$ 2,7 milhões de endividamento com as mineradoras de carvão e outros US$ 5 milhões com clientes.

O Paraguai apresentou pedido de extradição, mas, como é contado prazo de 45 dias a partir da prisão, corre contra o tempo.

A Vetorial informa em sua página institucional que atua em quatro municípios de Mato Grosso do Sul: Ribas do Rio Pardo, Corumbá, Água Clara e Brasilândia. A empresa tem mineração, inclusive com barragem de rejeito de minério, e siderurgia em Corumbá.

O empresário foi agraciado com título de Cidadão Campo-Grandense, entregue pela Câmara Municipal, e Cidadão Sul-Mato-Grossense, homenagem da Assembleia Legislativa.

Líder - Nesta quinta-feira (dia 28), o Campo Grande News entrou em contato com a Vetorial, mas o diretor que poderia fornecer informações estava em reunião. O site Rio Pardo News divulgou um comunicado da empresa.

“Vetorial Paraguay é uma sociedade que não se comunica e jamais se comunicou com a Vetorial Brasil (Vetorial Siderurgia, Vetorial Mineração, Vetorial Energética e outras). Não há vínculo societário, não há vínculo de responsabilidade e nem sequer vínculo de representantes legais em comum. A única relação é o uso da marca Vetorial no nome”, informa a nota.

A empresa protesta por tudo o que está ocorrendo com “nosso líder, CEO e sócio Gustavo Trindade Corrêa”.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions