A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 20 de Março de 2019

28/02/2019 13:41

Justiça nega multa de R$ 10 mil para site de leilão acusado de golpe

A reportagem verificou nesta 5ª feira que o endereço com final .com está ativo, mas sem ofertar carros

Aline dos Santos
Reprodução do site da Leilosul Veículos, que hoje oferta 0 lotes. Reprodução do site da Leilosul Veículos, que hoje oferta 0 lotes.

A Justiça negou aumentar a multa para um site de leilões de veículos acusado de golpe, mas mandou que o novo endereço eletrônico da Leilosul Veículos seja retirado do ar.

A liminar para que o site se abstenha de ofertar veículos em leilão pela internet, vendê-los e não entregá-los ao consumidor em leilão foi deferida em 11 de dezembro.

Contudo, abolindo o final “BR’, o site voltou à ativa em 15 de janeiro. Na ocasião, o novo endereço eletrônico ofertava um Camaro com lande inicial de R$ 59 mil. Pela tabela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas), o mesmo modelo tem avaliação de R$ 161 mil.

O MP/MS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) solicitou que a multa diária fosse aumentada de R$ 1 mil para R$ 10 mil. Mas o pedido foi negado pelo juiz José Henrique Neiva de Carvalho e Silva, da 1 ª Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos de Campo Grande.

Conforme o magistrado a empresa seque foi informada da primeira decisão. A reportagem verificou que o endereço sem o “BR” está ativo, mas sem ofertar carros.

Denúncia - O promotor Luiz Eduardo Lemos de Almeida entrou com ação coletiva de consumo após denúncia de uma cliente, moradora em Campo Grande. Ela relatou ter comprado um Sandero num leilão virtual. O carro estaria em Bataguassu.

Ao todo, a cliente pagou R$ 12.665, sendo R$ 11.300 pelo veículo, R$ 565 de comissão do leiloeiro e R$ 800 do frete de Bataguassu a Campo Grande. Os valores foram depositados no mês de setembro e o carro deveria ser entregue no começo de outubro.

Mas com o pagamento, a cliente não conseguiu mais contato por telefone fixo e nem celular. Na sequência, registrou Boletim de Ocorrência na Depac Centro (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) e procurou o banco, que informou, após dois dias, que a conta destinatária dos depósitos estava zerada.

Conforme a promotoria, o endereço fornecido era na avenida Costa e Silva, em Campo Grande, mas no local funciona outra empresa, que não tem relação com o site. O nome Leilosul é conhecido por leilões de gado e clientes enganados chegaram a procurar a empresa. Na internet, a Leilosul que oferta bovinos divulgou aviso sobre golpe.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions