A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

05/02/2017 17:27

Adolescente que sofreu abuso com mangueira pode perder intestino

Crime aconteceu em local de trabalho; Menino está internado e seu estado é considerado grave

Yarima Mecchi e Marcus Moura
Mãe relata como filho está. (Foto: André Bittar)Mãe relata como filho está. (Foto: André Bittar)

O adolescente de 17 anos que foi violentado com uma mangueira de compressão de ar, em um lava jato que fica na Vila Morumbi, pode perder parte do intestino grosso. Ele está internado em estado grave na Santa Casa e sedado desde sexta-feira (3), quando deu entrada no hospital.

A agressão é considerada brutal pela mãe do menino, que terá o nome preservado para que o adolescente também não seja identificado.

A mulher,  de 47 anos, acusa o dono do lava jato onde o filho estava trabalhando e um conhecido da família. "O dono que veio aqui em casa me buscar para ir pra Santa Casa. Durante o caminho, ele só dizia que o médico ia contar. Só depois eles me falaram", relatou emocionada.

De acordo com ela, o filho teve uma parada cardíaca e respira com ajuda de aparelhos. "Pensei que ele tivesse caído, como é um lava jato. Fiquei desesperada e quando o médico explicou a situação desmaiei". A mãe conta que apenas reza para que o filho fique bem e que ainda não sabe se ele terá sequelas.

Ela diz que o filho foi indicado para o trabalho por um vizinho de 31 anos, que o conhecia desde pequeno. "O mais velho pegou ele no lombo e o dono abaixou a calça e enfiou a mangueira. É uma brutalidade, quero justiça para essa maldade. Me deu muita agonia em saber que duas pessoas fizeram essa maldade com um menino tão trabalhador", destacou.

Mangueira usada para violentar adolescente. (Foto: André Bittar)Mangueira usada para violentar adolescente. (Foto: André Bittar)

O filho tinha o sonho de se alistar ao Exército e havia prometido para mãe que com o salário ia pagar contas e fazer uma compra para a casa. O menino está com três sondas no abdômen e se recupera de uma cirurgia. De acordo com a mãe, o médico disse que ainda não é possível precisar se ele terá sequelas.

Santa Casa - De acordo com a assessoria da Santa Casa, o estado do rapaz é considerado grave. A vítima está internada em uma ECI (Enfermaria de Cuidados Intermediários) e ainda não foi retirada parte do intestino grosso do adolescente. A equipe médica não descarta a possibilidade e vai esperar quatro dias para ver a reação do jovem.

Ainda de acordo com a assessoria, a vítima está consciente, medicada e responde a estímulos. Ele precisou passar por uma cirurgia por conta de uma lesão no intestino. 
Foi preciso a colocação de 3 drenos: para urina, fezes e para drenagem da cirurgia.

Lava-jato - A equipe de reportagem foi o Lava Jato na Avenida Interlagos, onde aconteceu o crime, mas ninguém foi encontrado.



Um absurdo, eu como mãe fico imaginando fazerem uma coisa dessas com meu filho. Tem que ser preso e pagar, isso é um crime, é um estupro.
 
Maria em 06/02/2017 10:21:00
Inacreditável que uma pessoa não tenha pensado nas consequências do efeito de uma mangueira de alta pressão no corpo humano , ainda mais no ânus.
Pra piorar foram 02 pessoas, se foi brincadeira, porque não fizeram o teste drive no próprio corpo primeiro não é? Pura maldade.
Tem que se punir este tipo de atitude pra não se repetir. Poderiam divulgar o numero desta senhora para que a comunidade possa ajudar este menino de alguma maneira no que ela precisar??
 
Perplexa em 06/02/2017 08:21:33
Toda e qualquer Despesa desse garoto tem que ser pago pelo agressor, o agressor dele deve custear tudo, é o mínimo que esse Monstro tem que fazer, ainda que vá para cadeia, alguém, algum Juiz tem que fazer esse homem pagar.
 
Sandra em 06/02/2017 07:43:29
Fica mais difícil dia a dia manter certos principios. Mas em um caso desses acabo achando que precisamos de pena capital para uma buralidade dessa.
 
Bey em 05/02/2017 19:17:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions