A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

21/11/2013 19:26

Agentes da PRF são treinados para resgates em áreas isoladas

Filipe Prado
A Operação Mcguiri é muito usada em resgate de pessoas em áreas inundadas (Foto: Marcos Ermínio)A Operação Mcguiri é muito usada em resgate de pessoas em áreas inundadas (Foto: Marcos Ermínio)

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) realizou na tarde de hoje (21) a 2ª fase do Curso de Operadores de Equipamentos Especiais. Vários policias, de diversos segmentos, fizeram a prática do curso de resgate e salvamento, em lugares de difícil acesso.

Esta fase começou no dia 18 de novembro, durando até 30 dias, onde 16 alunos, da Paraíba, Paraná, Santa Catarina e Brasília, aprenderam a parte teórica dos procedimentos para o resgate.

Segundo o instrutor do curso, o inspetor da PRF Fábio Teodoro, o treinamento serve para formar o polícia para realizar operações de resgate. “Nós faremos várias atividades aqui, como a operação Mcguiri, onde os alunos simularão resgates. Após o final curso, eles serão aptos para realizar este tipo de salvamento”.

O Mato Grosso do Sul não realiza este tipo de operação, pois ainda não há estrutura que comporte. “Nós não temos um helicóptero que faça este tipo de operação, aqui no estado, mas nós temos projetos, à longo prazo, de que até 2020 nós consigamos oferecer uma aeronave que faça estes resgates”, relata o Chefe de Divisão de Operação Aéreas de Brasília, Ednilson Bruno.

A simulação foi feita de modo dinâmico, os alunos tinham que se amarrar e comandar todo o resgate. “Nós colocamos dois alunos de cada vez, para agilizar o processo. Então eles são avaliados pelos instrutores e pela tripulação. É a mesma situação de um resgate, porém sem a vítima”, comenta o instrutor Fábio.

Os alunos simularam duas vertentes da operação Mcguiri. “Nós faremos a operação onde há resgate de pessoas ilesas, onde amarramos a pessoas em uma corda e içamo-las, muito usado nos alagamentos de Santa Catarina, e as que estão feridas, usando uma maca”, explica o Instrutor Robert.

O estado foi escolhido, após ser comparado com vários outros. “A estrutura, o clima, o atendimentos emergencial, ou seja, vários fatores influenciaram na escolha”, relata Fábio.

Atualmente, no Mato Grosso do Sul, há dois operadores de equipamentos, sendo que no Brasil são 66.

Os alunos também simularam o resgate de uma vítima ferida (Foto: Marcos Ermínio)Os alunos também simularam o resgate de uma vítima ferida (Foto: Marcos Ermínio)
O treinamento foi feito em duplas (Foto: Marcos Ermínio)O treinamento foi feito em duplas (Foto: Marcos Ermínio)
Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...
Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions