A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

01/12/2008 11:39

Agetran assume compromisso de "humanizar" amarelinhos

Redação

Ministério Público, Agetran (Agência Municipal de Trânsito), Detran e o deputado estadual Antônio Carlos Arroyo, assinaram acordo hoje, durante reunião na OAB/MS (Ordem dos Advogados), para esclarecer denúncias sobre a suposta indústria da multa e garantir  o cumprimento da lei  que obriga os amarelinhos a abordarem os motoristas infratores, antes de aplicação de multas por uso de celular ou falta de cinto de segurança. A reunião foi convocada pelo MPE, em conjunto com a OAB.

No prazo de 48 horas, contando a partir de hoje, qualquer autuação dessa natureza só poderá ser feita depois do motorista ser avisado pelo sinal de apito, podendo ou não ser parado pelo amarelinho. A medida não é exatamente o que prevê a lei, mas um avanço, avalia Arroyo. 

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions