A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

28/12/2009 13:25

André autoriza licitação para obras da sede do Gaeco

Redação

O governador André Puccinelli (PMDB) assinou hoje pela manhã a autorização de licitação para a construção da sede do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) do Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul.

"No máximo em oito meses vamos entregar a obra, que deve começar em março e terminar em outubro de 2010", afirmou o governador, acompanhado do procurador-geral de Justiça, Miguel Vieira da Silva, durante a solenidade realizada na Governadoria.

De acordo com o procurador-geral de Justiça, o convênio entre o MPE e o governo do Estado prevê a construção da obra, através da Seop (Secretaria estadual de Obras Públicas e Transportes). "O custo será dividido 50% para o MPE e 50% para o Estado. O governo constrói e retira o valor mensalmente do orçamento. A parceria com o Estado vem dando certo", explica.

O Gaeco funciona atualmente no prédio da Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado, na rua Joaquim Murtinho. O novo local de funcionamento do grupo, conforme Vieira, com 612 metros quadrados, será construído ao lado da sede do MPE, no Parque dos Poderes. "Vamos ter melhores condições de trabalho e, consequentemente, mais produtividade do Gaeco", avalia o procurador-geral de Justiça.

Segundo o coordenador do Gaeco, Luiz Alberto Safraider, no local atual foram feitas adaptações para receber os equipamentos utilizados. "No novo espaço, o trabalho será realizado com maior comodidade e segurança, principalmente na distribuição de trabalhos na área de inteligência", conta.

O Gaeco, continua Safraider, atua em três linhas específicas: tráfico de drogas; corrupção e lavagem de dinheiro e área tributária. "Além outros crimes por determinação do procurador-geral de Justiça", explica.

Gaeco - O Gaeco é um grupo de atuação especial criado pela Procuradoria Geral da Justiça de Mato Grosso do Sul cuja função é o combate ao crime organizado e a evasão de divisas. Através dele os procuradores podem atuar diretamente na prática de atos de investigação ou em parceria com instituições policiais.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions