A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

28/10/2013 16:35

Antes de ser morta, funcionária de cantina de escola ganhou flores

Edivaldo Bitencourt e Filipe Prado
Casal nem chegou a ser socorrido. Perícia já chegou no local para iniciar a investigação (Foto: Cleber Gellio)Casal nem chegou a ser socorrido. Perícia já chegou no local para iniciar a investigação (Foto: Cleber Gellio)

A mulher, assassinada por volta das 16h de hoje dentro do estacionamento, localizado na esquina das ruas 13 de Maio e 26 de Agosto, no Centro de Campo Grande, ganhou flores do ex-marido. Ela trabalhava na cantina da Mace e tinha três filhas, sendo que duas residem em Dourados e uma de 7 a 8 anos em Campo Grande.

Conforme a dona de uma floricultura, que não quis se identificar, o ex-marido da mulher, identificado como Marlon Robin Melo, comprou begônia e um coração às 14h20 de hoje e pediu para entregar na escola para Márcia.

“Ele estava muito nervoso”, contou a empresária, que levou as flores e viu que a funcionária da cantina não gostou do presente.

Uma estudante da escola contou que a mulher nunca falou do ex-marido e trabalhava há mais de oito anos na cantina da Mace.

Apesar do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) achar estranho o homem, que teria se matado estar com o revólver na cintura, a tese de homicídio e suicídio é a que prevalece no local do crime.

No entanto, até o momento, a polícia não identificou o homem morto. Só a mulher foi identificada como Márcia. 

 



Eu acredito que é mais um caso onde o ex-marido não aceita a separação. E o atual namorado estava armado sabendo de como é o ex-marido. Que triste isso...
 
Frank William em 28/10/2013 16:56:39
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions