A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

13/08/2018 15:32

Após menina ser levada por 35 dias, três são indiciados pela Polícia

Mãe biológica, marido e advogada devem responder por subtração de incapaz

Izabela Sanchez
Criança de 6 anos reencontra a mãe adotiva (Paulo Francis)
Criança de 6 anos reencontra a mãe adotiva (Paulo Francis)

A Polícia Civil de Bela Vista, a 322 km de Campo Grande, indiciou a mãe biológica, o marido dela e a advogada, responsáveis, segundo a polícia, por levarem uma menina de 6 anos que ficou desaparecida 35 dias. A mãe biológica é acusada de ter tirado a menina dos pais adotivos. Os três foram indiciados por substração de incapaz.

Delegado em Bela Vista, Diego de Queiroz Sátiro Cabral explicou que eles ainda podem responder por mais crimes, a exemplo de associação criminosa. A polícia de Rondonópolis (MT), onde a menina foi encontrada, também participa das investigações. O delegado afirmou que espera receber mais interrogatórios.

Caso - Segundo explicou o pai adotivo, a mãe biológica tentou reaver a guarda no final de 2014 e foi orientada a entrar com ação judicial. No final do ano passado ela ingressou com liminar com pedido de visita, deferido pela Justiça em junho.

Com a presença de advogada, ela buscou a filha às 8h do dia 30 de junho, e se comprometeu a levar a criança no dia seguinte, o que não ocorreu. Foi então que o casal acionou a polícia. A mãe e o pai tem outros três filhos, de 18, 30 e 27 e deixaram tudo para trás para procurar a filha adotiva. Foram três meses buscando a menina em Rondonópolis (MT).

Ela foi encontrada por volta das 16h no assentamento em Guiratinga (MT), a 1300 km de Campo Grande, e a mãe biológica fugiu. A polícia também encontrou o padrasto e a advogada da mãe biológica.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions