A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 23 de Novembro de 2017

05/08/2009 10:43

Após tentar rodízio, Sesau aguarda formação de médicos

Redação

Após tentativa frustrada de implantar um rodízio para o final de semana na escala dos pediatras que atendem nos postos de saúde, a Sesau (Secretaria de Saúde do Município) diz que irá aguardar a formação de novos médicos para resolver a questão.

Nesta manhã, o secretário municipal de Saúde, Henrique Mandetta, voltou a alegar que faltam pediatras formados para atender à população.

Segundo ele, há 215 pediatras cadastrados no CRM/MS (Conselho Regional de Medicina de Mato Grosso do Sul), incluindo os aposentados. Destes, 174 estão na ativa. Dos médicos atuantes, 106 trabalham na Prefeitura.

Entretanto, o número ainda não é suficiente. Mandetta explica que a Sesau já tentou até manter dois clínicos gerais sob a supervisão de um pediatra nos postos de saúde aos finais de semana, para resolver o problema.

Mas, a medida foi deixada de lado por não ter sido bem aceita entre profissionais. Por conta disso, a expectativa da secretaria é por aqueles que ainda irão se formar.

Apesar da insistência da administração em alegar que o problema é a falta de médicos, entidades ligadas à área garantiram, em entrevista coletiva convocada nesta manhã, que não faltam profissionais.

Elas acusam falta de gerenciamento na rede, e explicam que os que deixam de trabalhar nos postos o fazem por falta de segurança e até de condições adequadas de trabalho.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions