A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

14/10/2011 20:37

Bancários aceitam reajuste de 9% e greve pode acabar na terça-feira

Paulo Fernandes

Após 18 dias de greve, bancários e as principais instituições financeiras fecharam um acordo de reajuste salarial de 9% para pôr fim à greve.

No entanto, a proposta precisa ser aprovada em assembleias, que serão realizadas na segunda-feira.

Caso a aprovação da proposta seja ratificada, os funcionários voltarão ao batente já na terça-feira.

Conforme a Folha.com, “ambos os lados cederam, mas conseguiram garantir um reajuste salarial de mais de 1% acima da inflação, diferentemente dos trabalhadores dos Correios, que terminaram a greve, por ordem da Justiça, quase sem aumento real”.

O acordo também prevê que o piso para os bancários que exercem função de caixa passe para R$ 1.900, para jornada de seis horas. Para a função de escriturário, o piso sobe para R$ 1.400.

Funcionários terão ainda aumento da PPR (Participação dos Lucros e Resultados) adicional de R$ 1.100 para R$ 1.400 e do teto da parcela adicional de R$ 2.400 para R$ 2.800.

Se aprovado, o aumento vale a partir de setembro. Os bancários pediam ganho real de 5%.

Fenaban tenta novo acordo para acabar com a greve dos bancários
O Comando Nacional dos Bancários, coordenado pela Contraf-CUT, retomou nesta quinta-feira (13), as negociações com a Fenaban, em São Paulo, mas não h...
Governo lamenta desfecho da greve dos Correios e aguarda bancários
O secretário-geral da Presidência da República, ministro Gilberto Carvalho lamentou hoje (13) que os funcionários dos Correios não tenham aceito as p...
Greve dos bancários tem 100% de adesão na região de Dourados
A greve dos bancários se mantém com 100% de adesão desde quinta-feira na base de Dourados, de acordo com a assessoria de imprensa do movimento.A base...


Parabéns ao sindicato dos bancários, ah! se os trabalhadores brasileiros tivessem a determinação com que se portaram agora; talvez não conseguiram 100% do que queriam, mas mostraram q a mão de obra humana é insubstituível,mesmo à tantas maquinas e tecnologia q causam desemprego. A greve é ruim sim,para todos nós- até para quem a faz-, mas,infelizmente é o único meio eficaz.
 
anderson roque em 15/10/2011 12:04:36
É uma vergonha o nosso Brasil...o nosso governo não deveria aceitar esse tipo de atitude, pela quantidade de impostos pago pelo povo...e a maioria ganhando salário mínimo ou até mesmo menos do que isso, fora as taxas absurdas pagas por nós para esse bancos.... e agora....quem vai pagar para nós...povo brasileiro os dias em que os bancos não abriram....que vergonha srs. bancários...que vergonha!!
 
Carlos Eduardo Lessa em 15/10/2011 11:50:21
Parabens funcionarios do correio e bancarios,se todas as categorias luta-se o Brasil era diferente,mordomia e politicos que eles aprovam o proprio salario deles_,
 
dilson oliveira em 15/10/2011 10:41:16
Penso que, bancos do governo (CEF e BB) nao deveria ceder aumento nenhum, jah que, quando os funcionarios fizeram o concurso publico dos mesmo, ja constava no edital quanto que eles iriam ganhar de salario, ja para os bancos do sertor privado, deveria haver demissão, mesmo que fosse em massa, tem muita gente querendo trabalhar o que eles trabalham para ganhar o que eles ganham!!
 
José Luis em 15/10/2011 10:13:08
Não sou servidor público, mas àqueles que criticam o direito constitucionalmente garantido à greve, façam o concurso público, ou calem-se! Demissão não resolve problema de descontentamento de funcionários públicos... Como tem ignorante...
 
Carlos Renato Lopes em 15/10/2011 09:48:34
nossa na terça vai ser um sufoco pra entrar nas agencias..
 
Livia Félix em 15/10/2011 09:44:53
Salario de R$ 1.900,00, para trabalhar 6 horas por dia, no ar condicionado, com vale refeição, participação nos lucros, oque mais eles querem e os pobres coitados que trabalham de sol a sol para ganhar um salario minimo, se não ta afim de trabalhar bancarios, cuidado que tem muita gente querendo essa mordomia. Demisão neles.
 
Maria Portillo em 15/10/2011 09:25:59
Protesto os argumentos acima, onde diz que os bancários não devem fazer
greve. A greve é um direito constitucional. Sofremos muito, temos doenças
ocupacionais, e nós e nossos familiares sofrem ameaças de sequestro, fora
o assalto surpresa que poderemos sofrer, sem saber se chegaremos em casa
ou não, e vocês vêem dizer que vergonha!!!!!Fizemos faculdade, pós, fazendo juz ao salário pleiteado.
 
ADRIANA SALARINI em 15/10/2011 07:37:48
José Luis,seu pesamento e do seculo retrazado da epoca da ditadura repressão,a greve e um direito garantido na constituição federal todas as categorias tem esse direito, hoje as coisas estão mais evoluidas e globalizadas nem os banqueiros pensam mais como vc, e pra quem fala que e so demitir e contratar outros falta mãodeobra qualificada não e qq pe de chinelo que pode trabalhar em banco nada e fa
 
tiago Carlos em 15/10/2011 03:03:56
Todo mundo aqui pode atirar pedra????? Claro que nao!!! Quero ver o dia q vc entrar p uma categoria organizada, que tem por direito aderir a uma greve, se vai ficar aqui criticando. Se eu tivesse esse direito, com muita certeza tmb estaria de braços cruzados. Militarismo é F...
 
Felipe Kurn em 15/10/2011 02:06:47
Parabens aos funcionarios dos correios e bancarios a união faz a força, quanto aos comentarios das pessoas indignadas com a atitude dessas categorias, vai ai o meu pensamento - se voces se sentem tão prejudicados, tão inferiorizados lembrem que o sol nasce pra todos, por que voces não foram estudar, ainda ha' tempo, inveja não leva ninguem a nada.
 
eduardo marques em 15/10/2011 01:27:04
tava na hora desse povo voltar ao trabalho. Tem que fazer que nem os correios e trabalhar mais tempo para repor o perdido.
que o banco fique aberto das 8h as 18h, porque na terça vai estar lotado demais
 
João Pedro em 14/10/2011 09:50:58
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions