A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 24 de Junho de 2018

02/04/2009 15:06

Bebê com sangue raro sobrevive a cirurgia de risco

Redação

A menina Jéssica, de um ano e três meses, sobreviveu à cirurgia cardíaca de risco a que precisava ser submetida para ter chances de levar uma vida saudável. O procedimento realizado hoje durou seis horas.

O caso ficou conhecido depois que a mãe fez um apelo ao Campo Grande News por doações de sangue do tipo AB negativo, considerado raro, indispensável para que a menina fosse submetida ao procedimento.

O pai da criança, Péricles Garcia Santos, de 30 anos, agradece a intervenção no 'momento certo', diante de um quadro clínico agravado nos últimos dois dias. "Demos um grande passo, a cirurgia foi um sucesso", garante.

Contudo, por se tratar de um procedimento complexo, ela foi encaminhada para o CTI (Centro de Terapia Intensiva), onde deve permanecer por tempo ainda não definido. Os próximos três dias, diz o pai, serão cruciais, pois nesse período existe o risco de que ela sofra hemorragia ou parada cardíaca.

Apesar da preocupação com o pós-operatório, a família está grata pelo resultado da operação, que só foi viabilizada graças a pessoas que doaram sangue indispensável ao procedimento.

"A primeira batalha foi vencida com grande sucesso. Graças a Deus ela reagiu e passou bem", afirma Péricles.

Procedimento - Logo que nasceu, Jéssica teve dificuldades para respirar e ficou internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) neonatal por três meses.

Oito dias após o nascimento foi descoberta a 'cardiopatia congênita', que acarretou problemas nos pulmões, na respiração e a dificuldade para se alimentar.

"O sangue ia só para o pulmão, que encharcava, e ela não conseguia respirar", explica o pai. Na operação de hoje, foi aberto uma espécie de tubo para mandar para o lado direito do corpo o sangue irrigado pelo coração.

Além disso, explicou Péricles, os médicos 'tamparam' uma abertura que existia entre os ventrículos. A recuperação da menina deve durar pelo menos 90 dias.

A família agradeceu o apoio da população, que se mobilizou para doar o sangue de que ela precisava. "Isso fortaleceu a nossa confiança na cirurgia", lembra o pai.

Apostadores de quatro estados são os mais novos milionários do país
Apostadores de quatro estados acertaram os seis números da sorte da Mega-Sena e são os mais novos milionários do Brasil. Os sortudos são de Salvador ...
MPE realiza processo seletivo para estagiários em 37 cidades neste domingo
O MPE (Ministério Público Estadual) aplica neste domingo (24) as provas do processo seletivo para estagiário em 37 cidades do Estado. As avaliações c...
Uems recebe inscrição para teste de proficiência em três idiomas até quarta
Segue até a próxima quarta-feira (dia 27) o período de inscrição para o exame de proficiência de leitura em inglês, francês e espanhol. O interessado...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions