A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

26/12/2017 18:06

Cai número de alunos especiais em escolas públicas de MS neste ano

Redução foi provocada pelo movimento de matrículas na rede estadual

Osvaldo Júnior
Número de crianças especiais tem caído em escolas públicas de MS (Foto: Divulgação/MEC)Número de crianças especiais tem caído em escolas públicas de MS (Foto: Divulgação/MEC)

O número de alunos especiais matriculados em escolas públicas de Mato Grosso do Sul foi menor neste ano. A redução foi provocada pelo movimento na rede estadual, com variação de -5,6%, de acordo com o Censo Escolar da Educação Básica 2017, divulgado nesta terça-feira (26) pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira). No total, considerando também as escolas municipais, a quantidade de matrículas teve leve recuo de 0,65%.

O levantamento mostra que foram matriculadas 5.945 pessoas com deficiência nas instituições de ensino da rede estadual de Mato Grosso do Sul neste ano. São 353 a menos que as 6.298 matrículas feitas em 2016.

Nas escolas municipais, no entanto, houve aumento de 3,57% na quantidade de alunos especiais matriculados, passando de de 7.379 em 2016 para 7.643 neste ano.

Com movimentos opostos das escolas estaduais e municipais, o número de matrículas na educação especial ficou praticamente estagnada, com a ligeira queda de 0,65%. No total, foram 13.588 alunos neste ano e 13.677 em 2016.

Considerando os diferentes níveis escolares, as matrículas de alunos especiais em escolas públicas de Mato Grosso do Sul recuou 3,72% no Ensino Fundamental (11.439 para 11.013), mas aumentou 15,65% (1.099 para 1.271) no Ensino Médio e 20% (de 559 para 673) na Educação Infantil e creche.

Alta modesta – Excetuando-se a educação especial, houve aumento, embora modesto, no número de matrículas nas escolas públicas de Mato Grosso do Sul neste ano. A alta foi de 1,15%, subindo de 568.639 para 575.200 na comparação entre 2016 e 2017.

Em números absolutos, o acréscimo de foi de 6.561 alunos neste ano. Em 2016, o aumento sobre o ano anterior (558.387) fora de 10.252 matrículas.

O aumento no número de matrículas mais expressivo foi verificado no Ensino Médio de tempo integral. A alta foi de 70,9%, de 2.430 para 4.154. Em se tratando de tempo parcial, houve retração de 1,58% na quantidade de alunos matriculados no Ensino Médio (79.430 para 78.169).

A redução mais acentuada foi contabilizada no número de matrículas na pré-escola (tempo integral). A quantidade de alunos caiu de 2.404 (2016) para 4.208 (2017), variação de -42,8%. No tempo parcial, houve aumento, ainda na pré-escola, de 9,03%, de 49.427 para 53.894.

Ministério abre consulta sobre Plano Nacional de Segurança Pública
O Ministério da Segurança Pública lançou hoje (19) uma consulta pública sobre o plano nacional do setor. O documento, intitulado Plano Nacional de Se...
Com 3 chances na semana, amanhã a Mega-Sena pode pagar até R$ 17 milhões
Excepcionalmente nesta semana em que a Mega-Sena terá três sorteios, amanhã (20) a bolada a ser sorteada é de R$ 17 milhões para quem acertar as seis...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions