A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

31/07/2008 10:54

Candidato foragido por homicídio tenta habeas-corpus

Redação

Foragido e suspeito de envolvimento no assassinato de Alcir Pedro Arantes, Hildebrando Mariano de Almeida, candidato a vice-prefeito pelo PPS em Rochedo, entrou com pedido de habeas-corpus.

Ele tenta se livrar do mandado de prisão expedido pela 2ª Vara do Tribunal do Júri. O habeas-corpus foi impetrado no Tribunal de Justiça nesta quinta-feira. A decisão será do desembargar-relator João Batista da Costa Marques.

Hildebrando está foragido desde o fim da semana passada quando o Garras (Grupo Armado de Repressão e Resgate a Assaltos e Seqüestros) esteve em Rochedo, que fica a 83 quilômetros de Campo Grande.

Apesar dele não ter sido preso, os policiais prenderam a professora Edinalva Vieira de Almeida Linpiski e a empregada doméstica Iranilda Andréa do Nascimento.

As duas eram muito amigas de Cyntia Carvalhos Martins, ex-mulher de Alcir e suspeita de ter sido a mandante. A polícia suspeita que elas sabiam plano para matar o empresário. Iranilda trabalhava há oito anos com Cyntia, e teria sido a primeira a saber que Alcir havia sido morto. Ela nega que a ex-patroa seja a mandante.

De acordo com a Polícia Civil, Hildebrando era primo de Alcir e amante de Cyntia. Ele teria sido o responsável por financiar o crime e ainda pelo pagamento dos advogadas dela.

Cyntia está presa desde o início do mês, assim como João Batista Domingos o

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions