A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 25 de Abril de 2019

06/04/2019 09:00

“Alemão” faz ameaça em conveniência, foge em BMW e, preso, diz ser agiota

A mulher do suspeito, de 36 anos, também foi presa por dirigir o carro de luxo embriagada durante a fuga

Geisy Garnes

Um casal foi preso em flagrante na madrugada deste sábado (6) após denúncias de que um homem estava ameaçando funcionário da conveniência de um posto de combustível do trevo Imbirussu, saíde de Campo Grande para Sidrolândia.

Identificado apenas como “Alemão”, o suspeito, de 34 anos, ainda tentou fugir com a esposa em uma BMW e, ao ser abordado, afirmou ser agiota e “conhecia oficiais da Polícia Militar”.

Equipes do Batalhão de Choque foram ao posto após receberem denuncias de que um homem conhecido como “Alemão” estava ameaçando o funcionário da conveniência com uma arma. No local, os militares se depararam com várias pessoas bebendo e ouvindo música alta.

Durante a abordagem, um homem contou aos policiais que o autor das ameaças era dono da BMW X1 estacionada do outro lado da rua. Enquanto as equipes procuravam o suspeito no posto, perceberam o carro de luxo deixando o local e iniciaram perseguição pela Avenida Bandeirantes.

Os policiais deram várias ordens de parada, mas a perseguição só terminou na Rua Tabatinguera, no Bairro Guanandi, quando o motorista estacionou em frente a uma casa. Ao se aproximarem, os militares descobriram que quem dirigia o carro era a mulher do suspeito, de 36 anos, e que ele estava no banco do passageiro.

Cobrador – “Alemão” foi revistado, mas não estava armado. Ele então confessou ter pego a arma de um amigo e afirmou que, depois de ameaçar o funcionário, devolveu ao dono, que fugiu em um VW Gol. Aos policiais ele ainda alegou conhecer “alguns oficiais da Polícia Militar” e também que trabalhava com “cobrança de agiotagem”.

A esposa de “Alemão” afirmou ter bebido, mas ainda assim aceitou fazer o teste do bafômetro, que apresentou resultado de 0,41 miligramas de álcool por litro de ar expelido. Por conta disso foi presa em flagrante por dirigir embriagada. O marido também foi detido por ameaça e juntos, foram para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Piratininga.

No carro os policiais ainda encontraram pouco mais de R$ 2.180 em notas, seis talões de cheque –nos valores de R$ 1,8 mil; R$ 4.860; R$ 4.455; R$ 5 mil; R$ 3.450 e R$ 3,6 mil – além de anotações de cobranças. O caso é investigado.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions