ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, TERÇA  26    CAMPO GRANDE 28º

Capital

"Campo Grande, meu bairro, meu lixo" denuncia problemas no Facebook

Por Filipe Prado | 29/11/2013 10:25
O grupo conta com 65 membros de vários bairros de Campo Grande (Foto Divulgação)
O grupo conta com 65 membros de vários bairros de Campo Grande (Foto Divulgação)

Um morador do Bairro Sírio Libânes 2, cansado da péssima situação da região onde mora, criou um grupo no Facebook, onde outros campo-grandenses podem compartilhar os problemas de onde vivem. O grupo “Campo Grande, meu bairro meu lixo!” já conta com mais de 60 membros.

O estudante de Direito André Aloy Rodrigues, 38 anos, é o idealizador do grupo. Ele comenta que desde 2011 tenta mudar a situação da Rua Bogoni, onde mora. “Eu estou cansado da omissão do município. Desde 2011 eu tento usar tramites normais para arrumar a rua aqui, mas agora parti para as redes sociais, para ver se algo resolve”.

Um dos motivos que levou André a criar o grupo foi a situação que encontra seu bairro. “Quero chamar atenção das autoridades para a falta de asfalto na nossa rua e também para um lixão que fica atrás de um posto de saúde em construção, que, aliás, as obras estão paradas há mais de um mês”, explica o estudante.

A rua Bogoni é uma das únicas ruas que não tem asfalto no bairro. “Eu fico indignado quando percebo que todas as ruas em volta possuem asfalto, mas a nossa aqui ainda não. Uma vez minha esposa trouxe o responsável pelas obras nas ruas aqui em casa, para ele poder colocar cascalho aqui, só assim conseguimos”, relata André.

Outros moradores do bairro também querem aderir ao grupo, como Isla Daniela de Souza Freitas, 30. “Aqui não te asfalto, tem buraco, quando chove fica muito difícil. Estamos indignados. Vou entrar no grupo sim, para ajudar na campanha”.

André comenta que o título do grupo é uma piada com o nome um programa do governo federal. “Já que o governo tem o Minha Casa, Minha Vida, nós temos o Meu bairro, meu lixo”, ironiza o estudante.

Até um pano preto será colocado nas casas, que ficam na rua Bogoni. “Faremos um ato, onde a rua ficará de luto, pelo asfalto que nunca foi feito. Eu colocarei um pano preto por toda a rua, para simbolizar”, finaliza André Aloy.

A rua Bogoni é uma das únicas não asfaltadas na região (Foto: Marcos Ermínio)
A rua Bogoni é uma das únicas não asfaltadas na região (Foto: Marcos Ermínio)
André é o organizador do grupo 'Campo Grande, meu bairro meu lixo!' (Foto: Marcos Ermínio)
André é o organizador do grupo 'Campo Grande, meu bairro meu lixo!' (Foto: Marcos Ermínio)
André Aloy mostra lixão formado atrás de posto de saúde (Foto: Marcos Ermínio)
André Aloy mostra lixão formado atrás de posto de saúde (Foto: Marcos Ermínio)
Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário