A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

04/07/2016 12:40

"Levou metade de mim com ela", diz garota sobre morte da namorada

Mara Riveiros
Acidente foi domingo, na MS-040; Aline foi arremessada a 17,5 metros do veículo (Foto:Aline Pacheco)Acidente foi domingo, na MS-040; Aline foi arremessada a 17,5 metros do veículo (Foto:Aline Pacheco)

“Uma menina boa, que não fazia mal para ninguém e muito trabalhadora”. Foi assim que o primo Rodrigo Carrilho Arantes, 31 anos, definiu Aline da Paz Cáceres, 18 anos, que morreu na manhã de domingo (3) em Campo Grande, após perder o controle do veículo ao fazer uma curva na MS-040.

Nesta segunda (4) pela manhã, familiares e amigos deram o último adeus à jovem, que foi enterrada no cemitério Santo Amaro. Os pais estavam bastante abalados e não quiseram falar com a imprensa, mas a namorada, Jéssica Bernal Duarte, 24 anos, que morava há 3 meses com Aline, falou com a equipe do Campo Grande News.

“Ela levou metade de mim com ela, foi pouco o tempo que vivemos juntas, mas valeu a pena. Vou amá-la para o resto da minha vida”, se emociona.

Aline e Jéssica moravam na fazenda Recanto Buriti, onde Aline ajudava o pai, que trabalhava como capataz, e planejavam comprar móveis para se mudar. Jéssica tinha uma filha de 7 anos, que chorou muito quando soube da morte da “mãe”, como a menina chamava Aline.

Aline da Paz  sonhava em ser policial federal, mas parou de estudar e se dedicou ao trabalho para conquistar independência (Foto: Facebook)Aline da Paz sonhava em ser policial federal, mas parou de estudar e se dedicou ao trabalho para conquistar independência (Foto: Facebook)

“O sonho dela era estudar para ser policial federal, mas como ela queria trabalhar para não depender de ninguém, abandonou essa ideia. Ela nunca deixou faltar nada para mim, principalmente amor, que foi o mais importante”, conta Jéssica.

No cemitério, João Daniel, 49 anos, que se identificou como dono do veículo envolvido no acidente, definou como "tragédia" e disse que ela nunca havia dirigido o carro.

 Familiares estavam todos abalados no sepultamento  de Aline da Paz Cáceres de 18 anos ( foto: Marina Pacheco) Familiares estavam todos abalados no sepultamento de Aline da Paz Cáceres de 18 anos ( foto: Marina Pacheco)

João relata que, momentos antes do acidente, viu Aline dirigindo e passando pela porteira, que tinha acabado de abrir. Foi a última vez que Aline foi vista.

Acidente – A suspeita, de acordo com o Corpo de Bombeiros, é de que a vítima tenha perdido o controle do carro que capotou ao fazer uma curva. Aline foi arremessada a 17,5 metros de distância do veículo a cerca de 10 quilômetros da rotatória que dá acesso a Avenida Três Barras na MS-040, em Campo Grande.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions