A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

28/01/2014 09:23

"Não se pode mais confiar na Justiça do Brasil", diz pai de jovem agredida

Graziela Rezende
Família está indignada com a liberdade do agressor. Foto: Marcos ErmínioFamília está indignada com a liberdade do agressor. Foto: Marcos Ermínio

Indignação e revolta foram os sentimentos da família de Giovanna Nantes Tresse de Oliveira, 18 anos, ao saber que o ex-namorado da jovem, Matheus Georges Zadra Tannous, 19 anos, foi solto por determinação da Justiça. Segundo os parentes, a liberdade do jovem após cinco dias na cadeia é um “estímulo” para novos casos de agressão contra mulheres.

“É um absurdo, não se pode mais confiar na Justiça do Brasil. Eu como pai penso que esta é só uma maneira de entusiasmar pessoas que pensam assim como o Matheus, que não acontece nada após massacrar e tentar matar uma mulher. E as pessoas que pensam que isso está certo, somente cinco dias na cadeia, cuidado porque isso pode acontecer com um filho seu”, diz indignado o pai da Giovanna, o representante comercial Luiz Carlos de Oliveira, 45 anos.

Segundo o pai, Giovanna retornará para Campo Grande no início do mês de fevereiro, porque precisa retirar os pontos que seguram a sua mandíbula e, neste período, ela pretende prestar depoimento. “Minha filha ainda não se lembra bem dos fatos, porque acredito que após a primeira pancada ela desmaiou. Foi uma clara tentativa de homicídio que está impune”, comenta o pai, que ainda cobra o resultado do exame de corpo de delito.

Tia da estudante, a advogada Luciana Machado de Oliveira, 46 anos, diz que todos os parentes estão “desapontados” com a liberdade do agressor. “Vamos tentar olhar o inquérito policial e entender o porquê dele ser solto tão rápido. Nós não acreditávamos nisso. Mesmo sem o depoimento da Giovanna, existem muitas provas no processo e a própria Lei Maria da Penha deveria ser aplicada”, avalia Oliveira.

Indignada, a tia ainda diz que a sociedade não vê com bons olhos a soltura do agressor. “Se fosse um miserável iria morrer na cadeia, mas como é um filhinho de papai acontece isso. A mulher virou um “saco de pancada” e isso faz com que aumentem os casos de agressão. Nossa luta é também para cessar este tipo de crime”, garante Oliveira.

Facebook - Nas redes sociais, o primo da jovem, Allan Andrade, 18 anos, apontado inclusive como o pivô da briga do ex-casal, também qualifica a lei brasileira como uma “palhaçada”. “...Espancar ta fácil, cumprir pena que é bom ta difícil. É que a Lei Maria da Penha existe depois do dinheiro...”, comenta o estudante.

Crime - Giovanna foi internada na madrugada do dia 1º de janeiro, logo após a comemoração do Ano Novo, com quatro fraturas no rosto, duas no maxilar e duas abaixo do olho direito, sendo que precisou passar por cirurgia.

A menina estava acompanhada apenas do namorado em um apartamento da mãe do Matheus, localizado na rua São Paulo, Vila Célia, quando ocorreu uma discussão.



É uma pouca vergonha isso. Essa é a justiça do nosso Pais!!! Com certeza receberam um boa grana para dar habeas corpus para esse Individuo. Gente não tem cabimento, sem noção essa versão desde garoto.Fico imaginado o pai deste garoto apoiando esse filho neste momento, pagando advogado para defender um absurdo deste. Pois na minha familia, jamais meu pai iria permitir algo desde tipo. Até porque, mesmo que seja filho e dolorido, meu pai iria ser honesto e fazer o filho pagar pelo que fez...Talvez se o pai dele fosse firme, e parasse de passar a mão não cabeça dele e fizesse ele assumir seus atos, ele pensasse duas vezes antes de cometer algo tão grave. Queria ver se fosse com a filha dele, como iria reagir. Vai ficar solto, até agredir ou matar a próxima...
 
Samara Nantes Harb em 29/01/2014 09:46:50
"É que a Lei Maria da Penha existe depois do dinheiro". Allan Andrade.
 
Anita Ramos em 28/01/2014 14:57:49
Que o anjo da guarda da família da moça faça serão, e proteja esse rapaz contra algum acidente. Porque se isso acontecer...
 
Carlos Cordeiro em 28/01/2014 14:57:17
O juiz não faz e nem escreve a lei, se limita a aplica-la. Quem faz a lei é o Poder Legislativo. Câmara de Vereadores, Assembleias Legislativas Estaduais, Câmara dos Deputados Federais e Senado Federal. O crime de homicídio é mais grave do que o de Lesões Corporais. No primeiro caso, raros são os réus que permanecem presos antes do julgamento, no caso de lesões corporais, mais raro ainda. O leigo na condição de eleitor precisa abrir os olhos e eleger pessoas que possam mudar as leis brasileiras e não se queixar do Poder Judiciário. O Brasil vive um momento preocupante! Algo precisa ser feito por pessoas responsáveis. Enquanto o PT estiver no poder não esperem coisas melhores. É uma corja de ladrões v... , basta ver os mensaleiros ex chefes petistas presos na Papuda. Acorda Brasil!
 
ademir gomes em 28/01/2014 14:45:04
Em terra que não tem justiça, ela deve ser feita com as próprias mãos, aqui no MS pelo menos só funciona assim, não existe rico culpado, pode existir rico morto, mas culpado nunca.
 
maximiliano nahas em 28/01/2014 14:39:40
Brasil terra dos poderosos,pena os familiares não irem atras deles se ele fugiu tem pai irmão tio ... e outros assim aprende.Brasil de homens corruptos!
 
sueli gonçalves alves diacopulos em 28/01/2014 14:39:01
Infelizmente as leis brasileiras são essa maravilha que se vê mais uma vez. Manda quem tem dinheiro. Mas, como acredito piamente na Lei de Deus, um dia será a vez desse rapaz levar uns bons sopapos de um cara maior que ele. Dai quero ver se o paizinho vai deixar passar...Não se deve querer o mal alheio mas nesse caso, desejo que ele sinta o mesmo que ela sentiu.
 
Jéssica Santos em 28/01/2014 14:24:44
é lamentável que esse animal fique solto, senhores juizes, tribunais façam a lição de casa e façam com a lei seja comprida, ponham essa v... na cadeia!!!!
 
jose m costa em 28/01/2014 14:11:59
Então meu senhor, concordo q não se pode confiar na justiça, isso desde qdo entendo por gente, mas tbém, não se pode confiar num pai, q deixa sua filha com 19 anos, na companhia de um sujeito, sem o senhor estar por perto. Tu tens culpa tbém por estar participando desta modernidade, deixando sua filha numa total liberdade. Nesse caso, os pais da moça têm a sua parte de culpa. As não só acontecem nas outras famílias, mas pode acontecer na nossa. Graças a Deus a vítima não perdeu a vida.
 
Jair Camilo em 28/01/2014 14:08:46
a sorte deste bandidinho é que eu não sou o pai desta menina, por que se eu foce o pai dela este bandidinho metido a besta que só bate em mulher já estaria na cidade dos pés juntos ........ fica a dica
 
antonio nunes em 28/01/2014 14:04:41
concordo com Tiago Silva o que estão esperando vai pra cima mesmo olho por olho dente por dente
 
felipe de jesus em 28/01/2014 14:02:00
Quanta hipocrisia!!! Lendo a maioria destes comentários percebe-se um grande preconceito enraizado na sociedade. Isso tudo porque o cara tem dinheiro. A única diferença entre um pobre e um rico é que o rico pode contratar um advogado melhor. O que não quer dizer que ele muda a LEI. A lei é a mesma tanto para o pobre quanto para o rico. Francamente, lendo estes comentários parece que vivemos em pleno século XXI em meio a bárbaros que querem fazer justiça com as próprias mãos. Só lembrando que o cara NÃO FOI INOCENTADO, ele apenas vai aguardar o julgamento em liberdade.
 
Daiane Rocha em 28/01/2014 13:53:28
De acordo com as leis que se aplica no Brasil, quero perguntar o seguinte:
Se um cara pobre, der uma bela surra no Matheus, quebrando toda a sua cara, o que é que vai acontecer com o agressor ?
Será preso e solto de imediato ? Ou vai apodrecer na cadeia ?
 
VALDIR VILLA NOVA em 28/01/2014 13:46:45
Eu sei que é um momento inoportuno, mas a culpa disso é da própria população alienada em novela de rede globo e jogos do Corinthias!
 
Ricardo Arantes em 28/01/2014 13:43:27
Quanta hipocrisia!!! Lendo a maioria destes comentários percebe-se um grande preconceito enraizado na sociedade. Isso tudo porque o cara tem dinheiro. A única diferença entre um pobre e um rico é que o rico pode contratar um advogado melhor. O que não quer dizer que ele muda a LEI. A lei é a mesma tanto para o pobre quanto para o rico. Francamente, lendo estes comentários parece que vivemos em pleno século XXI em meio a bárbaros que querem fazer justiça com as próprias mãos. Só lembrando que o cara NÃO FOI INOCENTADO, ele apenas vai aguardar o julgamento em liberdade.
 
Daian Rocha em 28/01/2014 13:15:48
É uma piada! Que vergonha!
 
kalina ojeda em 28/01/2014 13:15:13
Duas observações: 1ª) Esse moleque deveria mesmo estar na cadeia; 2ª) Porque deixaram essa jovem namorar um filinho de papai?
 
Osmar Felinto de Mello em 28/01/2014 12:54:55
Carlos Gomes esta certo! Fernando Villa esta errado, o que precisa ser contado pela vítima? Estavam o 2 sozinhos, ele disse que estava em pé perante o autor do crime e logo em seguida apagou ou seja levou um forte golpe de surpresa levando a mesma a desmaiar. Laudos médicos confirmaram graves fraturas em ambos os lados da face e um tombo iria ferir somente um lado, já que que para quebrar um osso e ainda mais o crânio somente se ela tivesse caído do apartamento superior ao dele e de cabeça no piso de seu apartamento 2 vezes uma de cada lado do rosto! O Almir Pereira esta errado, ela viajou para outro estado pois sabe que no "brasil" não existe justiça e lá tem mais segurança por parte dos parentes. O judiciário deveria pregar a justiça antes de executar a lei, o inverso visa o crime!
 
Alexandre de Souza em 28/01/2014 12:54:54
REALMENTE É MUITO ESTRANHO O CASO. MAS O QUE MAIS ME CAUSA ESTRANHEZA É A MOÇA QUE FOI VITIMA DA AGRESSAO NAO IR A DELEGACIA PORQUE A PSICOLOGA DIZ QUE ELA "NAO TEM CONDIÇÕES PSICOLÓGICAS"!! QUE COISA ABSURDA!! O FATO DESSA MESMA MOÇA DIZER QUE NAO SE LEMBRA DO QUE HOUVE, NO MÍNIMO PERMITE DEDUZIR QUE ELA NAO TEM CERTEZA DO QUE HOUVE, OU SEJA, TEM DUVIDAS. E HAVENDO DUVIDAS, NINGUEM, NINGUEM FICA PRESO MESMO!! É QUESTÃO DE LEGALIDADE E NAO DE MORALIDADE. PORTANTO, ACHO MELHOR ESSA MOÇA E FAMILIA QUE SE DIZ INCONFORMADA AUXILIAR A JUSTIÇA A NAO COMETER INJUSTIÇA. FICAR SOMENTE POSANDO DE VITIMA NÃO COLA...MOSTRA SUA CARA E DIGA O QUE DE FATO HOUVE. AI SIM A OPINIÃO PUBLICA SERA DEVIDAMENTE ESCLARECIDA DA VERDADE DOS FATOS.
 
juliano andrade em 28/01/2014 12:44:39
Enquanto não começar a aparecer agressor "morto", a violencia vai continuar, ta na hora dos familiares de mulheres agredidas começarem a não esperarem mais pela "justiça brasileira", de repente, fazer justiça cm as próprias mãos vai encurtar o caminho para a justiça publica ser feita.
 
sandra Ribeiro em 28/01/2014 12:25:36
Ué, surpresa porque, Mato Grosso do Sul é terra de 'coronéis. Manda quem pode, obedece quem tem juízo.
 
Pedro Navarro Correia em 28/01/2014 11:49:10
Tá todo mundo falando que a menina deveria ter prestado depoimento e etc. Como?
como é que uma pessoa consegue prestar horas de depoimento quando tem uma recomendação médica de não falar?
Alguém questionou o "interesse" do primo. Pois bem, existem primos que são como irmãos, e muitas vezes, se importam mais do que os próprios.
A questão não é a menina não ter prestado depoimento, mas sim, o rapaz estar livre, leve e solto por ai, quando a lei Maria da Penha é sabidamente mais rígida.
 
Mériele Oliveira em 28/01/2014 11:44:53
TJ é e sempre foi uma piada...assim como essas malditas leis, cheias de brechas para os dramaturgos encenarem suas peças teatrais.
 
Juan Charlymoon em 28/01/2014 11:42:22
Réu primário, residência fixa e trabalhando não fica na cadeia, salvo como garantia da ordem pública, da ordem econômica, por conveniência da instrução criminal ou para assegurar a aplicação da lei penal, quando houver prova da existência do crime e indício suficiente da autoria - Isso é o que diz a lei. A moça não se lembra do que aconteceu, logo o rapaz não figura como autor das lesões. Aí o juiz solta mesmo.
 
Carlos Gomes em 28/01/2014 11:41:22
Esse Matheus deve ser filhinho de papai, oriundo de familia rica, pois caso contrario nao estaria solto, justiça no Brasil somente para pobre, rico fica impune na hora que quer. Vai la e pergunta pro juiz que mandou soltar se ele deixaria a filha dele passar o proximo ano novo sozinha com o Matheus.
 
Alexandre Machado em 28/01/2014 11:25:59
vou falar uma coisa para o senhor se quem tivesse espancado sua filha fosse um neguinho ele não tinha saido da prisão .mas brasil sabe como é
 
ROGERIO FERNANDO COUTO em 28/01/2014 11:21:39
Cuidado que agora a nossa dignissima justiça vai mandar prender a moça agredida, pois aqui se inverte tudo; e a culpada deve ser ela e nao o boyzinho que nao trabalha.
 
Renato Dutra em 28/01/2014 11:20:24
A justiça no Brasil nos dá impressão que virou mais comércio do que justiça.
 
Sandro Lima em 28/01/2014 11:11:33
O que precisa fazer para ficar preso? Ele não deu só um tapa na hora, ele a espancou. Existe tanta lei e pra que? A lei tinha que ser uma só... tem lei para idoso, racismo, homofobia. Acho que quem fez alguma coisa errada tem que pagar independente se for rico, pobre, negro, branco, idoso...
 
Placida Barros em 28/01/2014 11:01:17
Se ela pôde viajar para o Estado do Paraná, com certeza poderia ir até à Delegacia declinar sobre o que ocorreu naquela noite. Será que ela viajou em UTI aérea? Em que pese o sentimento de pai do genitor da vítima, com o qual me solidarizo, ele há de convir que a Justiça também não pode ser injusta. Juiz julga de acordo com a Lei e as provas dos autos. No caso concreto o depoimento da vítima é imprescindível para o deslinde dos fatos. Como se percebe do que até o momento foi apurado, há dúvidas sobre a autoria do pretenso delito. Existe um princípio no Direito que diz em latim: "in dubio pro reo", traduzindo quer dizer: na dúvida beneficia-se o réu. Com certeza foi isso que aconteceu no julgamento. Fica registrada a minha repulsa àqueles que usaram $ (cifrão) para criticarem os julgadores.
 
Almir Pereira Borges em 28/01/2014 10:56:24
Bom essa Lei da Maria da Penha sabemos todos que não resolve nada...O que vemos e mulheres morrendo e nada se faz..Agora acho que a moça em questao nao deveria ter ido viaja sem prestar depoimento, pois se a Justiça ja nao funciona, ela deveria ter ficado ate resolver, pois agora os Advogados vao usar isso a favor dele, e mas um covarde vai fica na rua solto, ate a proxima vitima dele....A sociedade esta a favor de Bandidos que usa seu dinheiro, poder para cometer tais crime e sai sem paga pelo que fez.....
 
Susan keyla em 28/01/2014 10:42:52
Blz, que a justiça esta desse jeito todo mundo sabe, mas e ai vcs familiares da menina vai ficar assim? tão esperando oque que não foram atras desse moleque para dar uma lição nele? e se fugir sobra para a família, irmão, pai, mãe, todo mundo.
 
Thiago Silva em 28/01/2014 10:42:19
É o que todos nós já sabemos, que só há justiça para os pobres. É bem verdade que vimos recentemente um "pobre" contratar um dos advogados mais influentes e que cobra rios de dinheiro nas causas defendidas no Estado.
 
João Carlos Rezende em 28/01/2014 10:41:08
Concordo como o Sr. Fernando, se essa moça já tivesse contribuído com a verdade e os fatos, as chances de tudo ser realmente esclarecido seriam bem maiores. Está fácil culpar a Segurança Pública e as Leis. Cada parte que faça seu dever de casa, a polícia e as famílias. Esse primo a todo tempo se pronuncia e aparece nas matérias. Que tanto interesse ou mesmo participação ele tem nesse caso? A questão tem que ser colocada em prato limpos com uma acareação. Todos os dias mulheres estão sendo agredidas e mortas com requintes de crueldade e não vemos tanta gente se pronunciando. A vida daqueles que não aparecem na televisão ou não tem influencia não vala nada? Se a moça pode viajar, provavelmente pode contar o que aconteceu, no mínimo.
 
Magda Correa em 28/01/2014 10:23:18
cadeia , nao foi feita para politico corrupto,nem para rico ,se liga brasil.
 
natal araujo em 28/01/2014 10:10:45
mais uma vez o dinheiro venceu,ate quando isso vai acontecer,,,,,,,,,,
 
shirlleey do santos em 28/01/2014 10:10:32
SE A FAMILIA DESSE FOSSE POBRE ELE ESTARIA PRESO AINDA, M$S COMO ELE E FILHINHO DE P$P$I $ JUSTIÇ$ M$ND$ SOLT$R.
$=A
 
FABIO DE MELO em 28/01/2014 09:54:08
Então pai, quem sabe se sua filha tivesse ido a Delegacia e contado como tudo aconteceu, demonstrando a realidade dos fatos, ele teria continuado preso. Ela não pode ser inquirida, porém, viajou para o Paraná? Tá certo então...Segurança Pública, dever do Estado, responsabilidade de todos.
 
Fernando Villa de Paula em 28/01/2014 09:48:17
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions