A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

15/09/2016 07:19

Pivô da morte de Victoria, “Boneco” é assassinado com cinco tiros

Viviane Oliveira
No dia 22 de julho, Weverton falou com a reportagem sobre a briga entre Thamara e Victória, que acabou em morte. (Foto: Marina Pacheco) No dia 22 de julho, Weverton falou com a reportagem sobre a briga entre Thamara e Victória, que acabou em morte. (Foto: Marina Pacheco)
A vítima saía do semiaberto, quando foi atingida a tiros por dupla em carro branco. (Foto: Marcos Ermínio) A vítima saía do semiaberto, quando foi atingida a tiros por dupla em carro branco. (Foto: Marcos Ermínio)

Morreu na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Vila Almeida, o interno do semiaberto Weverton Silva Ayva, 28 anos, conhecido como Boneco. Ele foi baleado nesta manhã com pelo menos cinco tiros, em frente ao Estabelecimento Penal de Regime Aberto e Casa do Albergado, na Rua Américo Marques, na Vila Sobrinho, em Campo Grande. O rapaz foi pivô do assassinato de Victoria Correia Mendonça, 18 anos, em julho deste ano.

Conforme a Polícia Militar, por volta das 6h de hoje, o homem saía da unidade prisional, quando foi surpreendido e baleado por dois homens em um carro branco. Depois do crime, os atiradores fugiram e ainda não foram identificados. A vítima, atingida no rosto e no peito, foi socorrida pelos colegas, que também deixavam o presídio, e levada para a unidade de saúde, onde morreu logo depois.

Ciúmes - Victoria foi morta com três tiros, sendo na cabeça, abaixo da axila e nas costas, na madrugada do dia 19, na porta de casa, na Rua Luiz Bento, Vila Popular. Segundo a polícia, foi por ciúmes do namorado que Thamara Arguelho de Assis, 21 anos, matou a garota.

A jovem está em uma cela do presídio feminino, desde que se apresentou a polícia. Ela está grávida de três meses de Weverton e aguarda julgamento. Até agora a arma do crime não foi localizada.

Conhecido da polícia - Weventon tinha várias passagens por homicídio, furto, roubo, tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. Em 2010, o rapaz foi preso, depois de manter uma família refém, fugir com objetos e carros das vítimas e ainda colocar fogo em um dos veículos. Ameaçadas por revólveres, as vítimas foram rendidas e trancadas no banheiro da casa.

Mantidas reféns por várias horas, elas foram ameaçadas de morte, caso olhassem para os bandidos. Condenado há oito anos de prisão por homicídio em 2007, Boneco cumpriu pena, e atualmente estava no semiaberto.



Uma isso ia acontecer pois ja tentarao matar ele diversas vezes, a penultima vez passou de raspao no coração dele.... e quem entra nessa vida acaba assim e lamentavel, pois conhecia ele de serviço e era uma pessoa traquila nunca passou dos limite, so q fumava o brao dele mais nunca desrespeito...
 
jine em 15/09/2016 10:23:20
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions