A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 21 de Setembro de 2017

17/08/2017 13:30

A mando de facção, presos foram flagrados com veículos ou drogas em MS

Priscilla Peres
Operação acontece hoje no Mato Grosso e outros três estados. (Fotos: Lenine/Sesp-MT)Operação acontece hoje no Mato Grosso e outros três estados. (Fotos: Lenine/Sesp-MT)

Os cinco detentos de Campo Grande suspeitos de integrar uma organização criminosa de roubo de carros sediada no Mato Grosso, foram presos enquanto transportavam veículos roubados, drogas ou armas em rodovias de Mato Grosso do Sul.

A operação Ares Vermelho foi desencadeada hoje com 125 ordens judiciais Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará e Rondônia. Em Campo Grande foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão e outros cinco de prisão, no caso, dos cinco que já cumprem pena.

De acordo com o delegado Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, o esquema era comandado por presos do Mato Grosso pertencentes a uma facção criminosa, que mantinham articulações em outros estados para facilitar a compra de armas e drogas, principalmente vindos da fronteira.

"Funcionava como uma verdadeira empresa do crime, com hierarquia, separação de tarefas e lucros. Sempre visando o lucro", afirma o delegado que estima lucro de R$ 1,5 milhão só com a comercialização de droga e veículos.

Os criminosos também adulteravam veículos para poder vendê-los no mercado interno. Os carros eram encomendados a comparsas do lado de fora dos presídios, que executavam os crimes conforme a necessidade da organização que escolhia cor e modelo.

Durante os três meses de investigação, foram contabilizados 682 roubos e furtos de veículos, sendo 410 roubados e 272 furtados no Mato Grosso. Do total, 409 foram atribuído a organização. A polícia estima que 60% dos crimes desse tipo no período foram realizados por essa organização.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions