A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

28/12/2012 11:19

À procura de emprego, eles esperam começar o ano trabalhando

Mariana Lopes
Genilton foi o único a procurar por emprego na manhã de hoje na Funsat (Foto: Luciano Muta)Genilton foi o único a procurar por emprego na manhã de hoje na Funsat (Foto: Luciano Muta)
Com a carteira de trabalho em mãos, Júlio espera preenchê-la antes do ano acabar (Foto: Luciano Muta)Com a carteira de trabalho em mãos, Júlio espera preenchê-la antes do ano acabar (Foto: Luciano Muta)

Na última sexta-feira de 2012, enquanto muitos estão ansiosos a espera do recesso, outros passam o dia gastando sola de sapato à procura de emprego, com expectativa de começar o novo ano com a carteira de trabalho assinada.

O movimento na manhã de hoje foi fraco na Funsat (Fundação Social do Trabalho), em relação a todos os serviços oferecidos pelo órgão, como seguro desemprego, emissão da Carteira de Trabalho e o próprio preenchimento de cadastro de vagas.

Genilton Bento dos Santos, de 49 anos, foi o único a comparecer na agência em busco da uma vaga no mercado de trabalho. Na manhã de hoje, ele foi somente preencher o cadastro, mas garante que está percorrendo a cidade em busca de uma chance.

Ele conta que passou 15 anos em Cuiabá, onde trabalhou como autônomo. Há um mês de volta a Campo Grande, o desejo para 2013 é se restabelecer no ramo de transporte. “Não quero saber de folga, quero mesmo é arrumar um emprego logo”, enfatiza Genilton.

Na última sexta-feira do ano, o movimento na Funsat foi bem parado (Foto: Luciano Muta)Na última sexta-feira do ano, o movimento na Funsat foi bem parado (Foto: Luciano Muta)

Na Funtrab (Fundação de Trabalho de Mato Grosso do Sul) o movimento não foi muito diferente. A fila de preenchimento e procura de vagas era bem curta na manhã de hoje.

Antônio Cândido Dioniz, 46 anos, foi um dos que pulou cedo da cama para correr em busca de um emprego. Em janeiro, ele recebe a última parcela do seguro desemprego e já pensa no salário de fevereiro. “Se Deus quiser, vou entrar o ano com um bom emprego”, diz confiante.

Outro que estava na fila era Júlio César Dussel do Amaral, 41 anos. Ele também se arriscou como autônomo no mercado, mas agora diz que prefere algo mais seguro. “Me chamaram aqui para me encaminhar para uma vaga em um hospital. Tomara que dê certo”, deseja.

De acordo com dados da Funsat, até novembro deste ano foram gerados 9.024 empregos, número que ajudou a colocar Mato Grosso do Sul em 6º lugar no ranking de geração de empregos no Brasil.

Homem é agredido e sofre afundamento de crânio na Júlio de Castilho
Márcio Ferreira dos Santos, 31 anos, foi agredido e sofreu afundamento de crânio, na noite de ontem (13), na Avenida Júlio de Castilhos, em Campo Gra...
Ceinf recebe nesta quinta parque de pneus construído por detentos
Acontece nesta quinta-feira (14), a partir das 8h no Ceinf (Centro de Educação Infantil) Rafael Abraão - CAIC Aero Rancho, a entrega do parque constr...


Que Deus ilumine e abra as portas para o Genilton, que com sua força de vontade está a procura de um emprego para começar o ano novo.
São pessoas assim que fazem o mundo ter seu lado positivo.
Fica meus votos, na figura e sembrante do Sr. Genilton, de um feliz ano novo, com fé renovada para 2013.
 
Elviria Santos Ferreira em 28/12/2012 18:42:55
Que Deus ilumine todos os que estão a procura de trabalho e que possam ganhar seu dinheiro justo e sustentar suas familias!
 
Anderson Silva em 28/12/2012 18:09:12
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions