A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

07/11/2012 07:10

Absolvido acusado de homicídio em posto de combustíveis de Campo Grande

Crime aconteceu em 2007, em comércio localizado na avenida Júlio de Castilho

Nadyenka Castro

Em júri popular realizado nessa terça-feira, Emerson Cardoso Maciel foi absolvido da acusação de homicídio contra Cremilson Rogério Nunes Dias. O crime aconteceu na madrugada do dia 25 de agosto de 2007, em um posto de combustíveis do Jardim Panamá, em Campo Grande.

De acordo com a denúncia do Ministério Público Estadual, Cremilson ingeria bebidas alcoólicas no local e ao entrar no carro de um amigo para ir embora, foi atingido por tiros disparados por Emerson e um adolescente.

O rapaz foi socorrido por amigos para a Santa Casa, mas, não resistiu aos ferimentos e morreu. Emerson tem extensa ficha criminal e está preso em Dourados. Terceira pessoa envolvida no assassinato não foi identificada.

Vai a júri hoje acusado de homicídio em posto de combustíveis
Emerson Cardoso Maciel vai a júri popular nesta terça-feira pelo assassinato de Cremilson Rogério Nunes Dias, ocorrido na madrugada do dia 25 de agos...
EMHA suspende atendimento ao público para capacitação de funcionários
O atendimento ao público será suspenso nesta sexta-feira (15) na EMHA (Agência Municipal de Habitação). Segundo a assessoria de comunicação da prefei...


Tem que acabar com a instituição do júri popular nesse país. Isso pode funcionar num país de pessoas honestas e cultas, jamais num país de um povo inculto como o Brasil. A sentença deve ser dada por um colegiado de magistrados, para evitar essas aberrações como a que vemos nessa notícia, onde jurados votam sem nem saber a diferença entre 'culposo' e 'doloso'.
 
Adriano Roberto dos Santos em 07/11/2012 11:54:44
A "sociedade" quem o absolveu!
 
Neila Farias em 07/11/2012 11:06:32
ótimo, a justiça é mesmo uma piada, além desse vagabundo ter uma extensa ficha criminal esse juiz liberta esse vagabundo, matou não deu nada como sempre, só perde quem morre, outra coisa, e essa lei que não vale nada, ou só pra pobre, o porte de arma?, não qualifica em nada? , excecelente, me passa o nome do advogado, kkk
 
joel de souza em 07/11/2012 07:40:05
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions