ACOMPANHE-NOS    
MAIO, QUINTA  26    CAMPO GRANDE 22º

Capital

Acadêmica de Engenharia Civil integra quadrilha que roubou R$ 20 mil

Por Luciana Brazil e Filipe Prado | 07/12/2013 08:19
Quadrilha é desbaratada pela polícia em Campo Grande. (Fotos: Cleber Gellio)
Quadrilha é desbaratada pela polícia em Campo Grande. (Fotos: Cleber Gellio)

Cinco pessoas, entre elas uma estudante de engenharia civil da Anhaguera Uniderp e um adolescente de 15 anos, foram presas na madrugada de hoje (7) depois de roubarem uma loja de roupas no Bairro Coophavila II, na saída para Sidrolândia, em Campo Grande. Segundo a polícia, a quadrilha estaria há pelo menos seis meses cometendo este tipo de crime.

O dono da loja, Luis Cardoso Dantas, 36 anos, e os funcionários foram feitos refém por cerca de uma hora. Aproximadamente R$ 20 mil foram levados em produtos. Conforme o dono da loja, a quadrilha não roubou dinheiro do caixa, apenas roupas.

Foram presos Wuelson Henrique de Souza Vieira, o "Negrete", 19 anos, Jackson das Neves da Silva, 26, a estudante de Engenharia Civil Haluma Carvalho Garcia Borges, 22, Welligton do Amaral Alves, 20 anos, um adolescente de 15 anos. Um jovem identificado apenas como Gabriel, que também tem envolvimento no crime, está foragido.

Todos os envolvidos têm passagem pela polícia, sendo a estudante por porte ilegal de arma. Wuelson estava foragido do semiaberto e já havia contra ele um mandado de prisão.

O roubo aconteceu na tarde de ontem, por volta de 13h30. Duas pessoas chegaram na loja anunciando o assalto e em seguida mais dois integrantes da quadrilha também entraram no estabelecimento. Eles usaram um veículo Corsa, de cor preta, para levar as roupas.

Na hora da fuga, o proprietário tentou anotar a placa do carro. Foram disparados tiros contra Luís, mas nenhum deles acertou a vítima.

A polícia começou as investigações e localizou o veículo usado no roubo. O carro estava em frente à boate Empório Santo Antonio, no bairro Santo Antonio.

Os policiais ficaram de tocaia aguardando a saída dos envolvidos de dentro da boate. O dono da loja, que estava com a polícia, reconheceu os suspeitos. Dois estavam usando as roupas levadas da loja.

Na saída da boate foram presos Jackson, Wuelson e Haluma. Eles indicaram para a polícia onde estaria o restante do grupo. O adolescente foi detido com Welligton, na casa dele. Os dois estavam dormindo e, segundo a polícia, teriam consumido bebida alcoólica. 

Parte das roupas foi apreendida nos bairros Cohab e RamezTebet, na casa de Wellignton e também na casa de Gabriel.

O Corsa usado nos crimes pertence a mãe da estudante.

Parte das roupas foram encontradas no bairro Cohab e Ramez Tebet.
Parte das roupas foram encontradas no bairro Cohab e Ramez Tebet.
Nos siga no Google Notícias