A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

01/04/2015 12:10

Acusado de matar sogra afirma ter agido de cabeça quente após agressão

Filipe Prado
Luciano alegou que agiu de cabeça quente (Foto: Marcelo Calazans)Luciano alegou que agiu de "cabeça quente" (Foto: Marcelo Calazans)

O acusado de matar a ex-sogra, Nair Medina Marques, 33 anos, afirmou que agiu de “cabeça quente” depois que levou um tapa da vítima. Luciano Arcanjo Vicentini, 21 anos, atirou contra a vítima em fevereiro de 2011 e está sendo julgado pela 2ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande, presidida pelo juiz Aluízio Pereira dos Santos.

De acordo com a acusação, o acusado foi casado com a filha de Nair, que na época tinha 14 anos. Conforme relatos, ele agredia a esposa durante todo o relacionamento. No dia do crime, Luciano foi até a casa da ex-sogra para resolver questões referentes à filha, de um ano e meio.

A sogra queria levar a criança para Naviraí, mas Luciano não autorizou, momento em que eles começaram a discutir e, de acordo com o acusado, ela o agrediu. O acusado sacou uma arma e atirou contra a vítima, acertando também Nadir Marques, 30, irmã de Nair.

No dia do crime Luciano acabou fugindo, mas se entregou dias depois. Ele respondeu o crime em liberdade e neste período se casou novamente.

O julgamento deve ocorrer até o começo da tarde de hoje (1).

Acusado de homicídio no Jardim Colorado vai a júri nesta quarta-feira
O homem acusado de matar uma pessoa e ferir outra no Bairro Jardim Colorado, em Campo Grande, vai a júri nesta quarta-feira (1), às 8 horas, pela 2ª ...
Depois de audiência na Justiça, jovem atira contra mãe e tia da ex-esposa
Destino do bebê do casal havia sido decidido na manhã de ontemAs irmãs Nadir Marques, 30 anos, e Nair Medina Marques, 33 anos, foram baleadas às 18h...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions